Postagens

Acordar e ver a manhã de domingo se vestindo de sol

domingo de sol dois

Ela diz que não dormiu bem. Disse mais: não dormiu. Está acordada desde as primeiras horas da manhã. Sempre acontece. É a minha resposta. Também não raras vezes também não durmo. E sem dormir não há sonho. Não sonhamos.  Lá fora os pássaros cantam. Ah, esses dormiram e bem!  Muito.  Sente-se no cantar. Sobretudo no cantar livre daqueles que ainda ... Leia Mais »

Ricardão e o desfolhar amarelado dos nossos ipês

ricardão

O advogado criminalista Antonio Ricardo Oliveira, o Ricardão, como é conhecido por muitos fora e dentro de sua criminalista área, é uma figura que, assim como fora em tempos outros o Livardo Alves, está sempre presente, todos os dias, em nosso Ponto de Cem Réis, ou como costumo lembrar, a Quadra de Esportes em que se transformou velho Ponto.  Ricardão, em ... Leia Mais »

nos tempos bons do sabadinho bom!

SABADINHO BOM DAPENHA E EU PICASA

Todo ou quase todo sábado era assim: a pedida era a praça Rio branco. Dizendo assim são poucos – acredito – que saberão de que se trata essa referência. A praça Rio Branco? Por que a pedida? Era sábado. E assim como era gostoso o francês daquele filme, segundo o seu diretor, era gostoso estar ali tomando uma cervejinha gelada ... Leia Mais »

… e o bom Jacaré foi nadar noutra lagoa.

jacaré um

Se eu começasse dizendo que o nosso querido amigo e artista do olhar certeiro Antonio David adentrou – parece coisa de narrador esportivo – a minha sala de trabalho perguntando se este Malabarista de Palavras conhecia Antonio Joaquim de Souza, vocês acreditariam?  Pois foi assim, e eu conto. E, mesmo sem antes ouvir a resposta à sua pergunta, vou fazer o ... Leia Mais »

dor silenciosa

Fazer o quê se eu sou essa ”merda” de lembranças e saudades guardadas no bolso do peito? Hoje estou assim. E não adianta me perguntarem  o porquê que eu não direi. Apenas saudade e muita dor eu sinto. Uma dor que vocês que nunca sentiram uma dor dessas são capazes de imaginar. Uma dor doída? Mais que isso: insuportável. Uma dor ... Leia Mais »

Pingos

Bom dia

guardou o “BOM DIA” que te dei ontem? ...

esse silêncio

o silêncio se faz maior dentro de mim quando esto

NADA de lágrimas de alegria

No fundo do olho se pode ver/rios mares e cachoeir ...