Arquivos Mensais: setembro 2015

Por Que Não Começar Pelo Ponto de Cem Réis e Ponto Final ?!

Um favela de apartamentos vazios de esperança

Vem aí  mais projeto buscando a “revitalização” do nosso abandonando centro histórico. “Viva a praça viva”. Nada contra. Muito pelo contrário. Torcerei para que dessa vez essa boa ideia que nada tem de 69 não fique apenas no projeto. A minha – como gosto dela! – cidade precisa mesmo de “um banho de olhos” para alegrar ainda mais os olhares ... Leia Mais »

A HISTÓRIA DO SEU PASSADO É UM PRESENTE PARA NÓS IRMÃOS!

... e que a sua vida siga calma como as águas calmas de  um rio.

Não direi que ele está  ótimo. Pra que mentir?Não está. Mas caminha para isso. Está bom. O mesmo papo e as mesmas lembranças. Se me aborreço com tantas repetições? Nem pensar. Essa e mais uma prova de que ele continua o mesmo. As mesmas lembranças… Escuto as suas histórias como se as tivesse ouvindo pela primeira vez. As mesmas piadas. ... Leia Mais »

O TEMPO NÃO PÁRA! ELES, MESMO PARADOS, ENVELHECEM!

  Eu Plural: confesso que ainda pensei em tecer uns comentários sobre o tempo e esses que passam por ele. Pensei. Mas ficou nisso. Por quê? Ora, depois que li esse comentário de um dos “comentaristas” desse vídeo, senti que ele, o comentarista, já havia dito tudo. Assim, econômico que ando, resolvi economizar também algumas mal-traçadas minhas a respeito do ... Leia Mais »

VAI NELA, GILMAR!

GILMAR

“O partido que mais leva vantagem na captação de recursos das empresas privadas agora, como Madre Tereza de Calcutá, defende o fim do financiamento privado” Gilmar Mendes, ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), em crítica ao PT Leia Mais »

DILMA: UMA PRESIDENTE SEM PODER

capa

> Trecho da reportagem de capa de ÉPOCA desta semana Existem, na política, líderes e governantes comuns. Os líderes se diferenciam dos governantes comuns pela maneira com que enfrentam crises. Eles veem, nos momentos difíceis, oportunidades para unir o país em torno de reformas amplas, necessárias, estruturais. Ou seja, têm a coragem de fazer o que tem de ser feito. ... Leia Mais »

AOS MEUS FILHOS E AMIGOS

filhos e amigos

  Por Anco Márcio – em 29/07/2008 às 17h37 Quando eu morrer, não desesperem. Me procurem na chuva.Eu serei o pingo que molha e refresca seus rostos.Quando eu me for, não fiquem tristes.Me procurem na tempestade.Eu serei aquela brisa leve que apenas despenteia seus cabelos.Quando eu já for só lembrança, me procurem na terra. Eu serei aquele grão de areia ... Leia Mais »