Arquivos Mensais: outubro 2015

DA FELICIDADE

felicidade.2-700x329-e1413233200424

Quantas vezes a gente, em busca da ventura, Procede tal e qual o avozinho infeliz: Em vão, por toda parte, os óculos procura Tendo-os na ponta do nariz! - mario quintana   Leia Mais »

DAS UTOPIAS

UTOPIA DOIS

Se as coisas são inatingíveis… ora! Não é motivo para não querê-las… Que tristes os caminhos, se não fora A presença distante - mario quintana Leia Mais »

Morrendo de saudade do seu/meu Jaguaribe!

um malabarista de palavras e a casa da 12 de outubro onde nasceu

Vez em quando ou de quando em vez – escolham – recebo um imeio somente saudades de um contemporâneo do meu bairro Jaguaribe. É saudade que não acaba mais! Entre esses saudosos, Wilson Meneses, acredito ser esse o nome complete dele, lembra a Cruzada de Frei Albino, Campo da Vila, Pedro Osmar e o seu Jaguaribe Carne, Cachimbo Eterno, Reizinho ... Leia Mais »

SOLTANDO OS MEUS CACHORROS

o meu cachorro chamado destino

Escuto a repórter/apresentadora da nossa Globo tupiniquim, a TV Cabo Branco, num papo com uma obstetra ou ginecologista. Não atentei para a especialização.  O papo é sobre mamas e mamadas. Esse escutei. Penso na vaca verde-amarela que tem os peitos quase vazios. Os filhos petistas sugaram tudo. Ou quase. A apresentadora/repórter arregala os olhos: fantástico! Foi a sua expressão! Por ... Leia Mais »

NÃO DEU PRA SEGURAR… TIVEMOS DE SER DESTRUÍDOS…

atmosfera-600x375

No princípio, era quase nada: sabia-se as horas e alguns números de telefone, um samba de Ary Barroso e quando terminariam as aulas. Quase nada. Mas a pressão interna aumentou na medida em que fomos mártires do cotidiano. E, em breve, havia mais temas nas conversas noturnas. Soubemos quem era o responsável pela desgraça do país. E quem se aventurava ... Leia Mais »

A vida começa às segundas

segunda

Por Anco Márcio – em 15/07/2009 às 00h00 Tenho a impressão de que Deus criou o mundo numa segunda-feira, esse dia que ninguém gosta, mas marca o início de tudo, onde as pessoas nos desejam uma boa semana e um bom recomeço. Já tive terríveis segunda feira de ressaca, aquela sensação de vazio, de nada, vontade de desaparecer, de morrer. ... Leia Mais »

SOLTANDO OS CACHORROS!

soltando os cachorros

Não sei de quem foi a “excelente” ideia de fechar ruas que davam certo e abrir outras que certo nunca darão. Ontem, meio-dia, por aí, da rua Visconde de Pelotas, ali pelo centro, ao Shopping Tambiá, marcando no relógio, demorei 30 minutos! Num trânsito fluindo naturalmente, nesses mesmos 30 minutos, tomando como ponto de partida a Visconde de Pelotas, chegaria ... Leia Mais »

carlos drummond de andrade: POR QUE ESCREVO ?

drummond

“Posso dizer sem exagero, sem fazer fita, que não sou propriamente um escritor. Sou uma pessoa que gosta de escrever, que conseguiu talvez exprimir algumas de suas inquietações, seus problemas íntimos, que os projetou no papel, fazendo uma espécie de psicanálise dos pobres, sem divã, sem nada. Mesmo porque não havia analista no meu tempo, em Minas” – Carlos Drummond ... Leia Mais »

joão cabral de melo neto: POR QUE ESCREVO ?

joão cabral

“Por que escrevo é um negócio complicado… Eu tenho a impressão de que a gente escreve por dois motivos. Ou por excesso de ser — é o tipo do escritor transbordante, como a maioria dos escritores brasileiros; é uma atitude completamente romântica — ou por falta de ser. Eu sinto que me falta alguma coisa. Então, escrever é uma maneira ... Leia Mais »