Arquivos Mensais: janeiro 2016

Coluna um…

coluna

Depois desse caso que passarei a contar pra vocês, confesso que estou virando um especialista em coluna. Mas, por favor, não me peça para marcar o seu cartão de loteria, isso é outra coisa. Estou falando dessa que tem por 24 vértebras um sacro e um cóccix. A couna vertebral. Pois é. Eu que pensava passar por esta vida – ... Leia Mais »

Coluna dois…

costas

Como?!  Não respondeu. Balançou a cabeça. Apenas. Quer dizer que perdi todos esses dias, deixando de lado a minha cerveja? Não disse que sim nem que não. Mas e aí? Insisti.  O papagaio bicava demais. A dor é grande? Não.  Grande é Deus! Deu-me vontade responder. Não respondi. Vai querer parar de sentir dor? Meu Deus! Que pergunta! A vontade ... Leia Mais »

Fazendo e comendo a própria comida que faz e come

http://www.dreamstime.com/stock-image-cartoon-cook-kitchen-image22282981

 Um dia, acredito que de barriga cheia, disse que gostava como poucos de fazer a própria comida. E gosto! E faço! Não digo aqui fazer  o “próprio veneno, pois, se esse engulo nunca me fará mal.” É meu!  Falo do ato de fazer o meu próprio feijão com arroz. Não importa a simplicidade da comida.  Pode ser a mais simples. ... Leia Mais »

A “suposta” Nota do Alto Comando e pequenas anotações

auto_juniao173

A “Nota” – anotem aí – que está sendo chamada também chamada por muitos de “grito de alerta”, se não me enviaram em data errada ainda está fresquinha da (Costa e) Silva.  Saiu ontem. E para assombrar mais ainda alguns medrosos e outros pulhas que pedem a volta do “exército na rua” veio do Alto Comando do Exército Brasileiro (Meu ... Leia Mais »

A metáfora no saco

saco de papai

Passou o Natal, mas a lembrança ficou. Eu,  a cabeça cheia de invenções, passei batido. Agora, aqui com a coluna doendo mais que a consciência de Judas, se é que Judas tinha consciência, lembrei-me  que um psicólogo chamado Richard Sterba passou um tempão, quase meio século, perguntando a Deus e ao mundo por que Papai Noel carrega presentes num saco ... Leia Mais »

Eles continuam roubando e livres e leves e soltos!

banqueiros

Insisto em cobrar: os banqueiros estão cada vez mais ricos. Os lucros extrapolam a casa do bilhão. O mais triste dessa história é que nenhum banqueiro até agora foi preso por isso. Nem vai. O Bertolt Brecht continua coberto de razão: fundar um banco, hoje e sempre, sempre vai ser muito mais lucrativo do que roubar um banco. Em tempo: esses ... Leia Mais »