Arquivos Mensais: janeiro 2017

habeas corpus ou haja copos ? tim-tim!

OPI-002.eps

No caso do desembargador que concedeu um habeas-corpus  pela madrugada para o neto do empresário que não dorme no ponto, logo depois de matar escandalosamente um profissional do trânsito, nunca se viu tantos ““ juristas opinando a respeito da medida. Ora bolas! E eu pobre e inocente achava que a capital da Parahyba era feita apenas de poetas! Leia Mais »

ele roubava charque ou xarque ?

vereador corrupto

Ele é sindico do prédio onde não tenho apartamento. Nem moro. Entre as muitas manias que tem e esconde por temer (Temer?!) que outro a roubem, é roubar às escondidas. Todos sabem. Dia desses foi preso por colocar em prática essa mania. Cleptomaníaco? Nada disso! Ladrão mesmo! Nesse dia, mais que nunca descobrindo que a carne era fraca, a carne ... Leia Mais »

pastor Valdemiro é carne de pescoço: nenhuma cicatriz

valdemiro

Uma foto do pastor Valdemiro Santiago tem dado o que falar nas redes sociais. O líder da Igreja Mundial do Poder de Deus parece totalmente recuperado após sofrer um atentado durante um culto, no dia 8 de janeiro. Na imagem, postada pelo bispo França, cinco dias após o ataque, não é possível ver nenhuma cicatriz no religioso. A rápida recuperação do ... Leia Mais »

tarso de castro no cinema

Tarso de Castro

Por: Marcelo Perrone Jornalista brilhante, guerrilheiro diletante, provocador, mulherengo com pinta de galã de cinema. Tarso de Castro foi isso e ainda mais em sua fulgurante vida abreviada pelos excessos etílicos, em 1991, aos 49 anos. Abarcar a trajetória de uma figura múltipla e tão intensa como foi o gaúcho de Passo Fundo, e de uma forma que faça jus a ... Leia Mais »

essa “saldade” só vai no braço!

saudade

quando eu vi esse “saldade” aí fiquei com saudade do presidente da casa que continua achando que o plural de troféu é “troféis” e achando também que todo servidor dessa casa deve ficar em posição de sentido quando a sua senhora cabeça vazia entra no carro pago por nós.  uma “saldade” dessas  no braço reflete o quanto essa cabeça anda ... Leia Mais »

Sol, Mar e Rio ? Verão!

humberto na barra de gramame PICASA ESSA

Sexta-feira. Manhã. Entre oito e nove horas. Sol  preguiçoso. Sinto.  O dia nasceu.  Anuncia.  Nenhuma novidade. Ele  estar ai todos os dias. Embora não seja o mesmo. O dia também. Pausa. Também não sou o mesmo a cada dia. Não somos. Manhãzinha. Assim  comecei. Um belo anjo me pergunta se o meu “todo preto com cascos de borracha” tem um ... Leia Mais »

Autores reais, livros imaginários

livros imaginários

Certos autores existem e são reais; certos livros não existem e são imaginários. Esses autores poderiam muito bem escrevê-los. Por exemplo: W. J. Solha, valendo-se da vastidão e da variedade de suas leituras, possui engenho e arte para escrever uma “Anatomia invertebrada das falsas citações” ou um “Dicionário bilíngüe das afinidades eletivas entre o bancário, o ator, o pintor, o ... Leia Mais »

A estrada é longa…

HILDEBERTO BARBOSA FILHO

A estrada é longa e o asfalto é largo. 120 kilômetros por hora. Nem tanto ao mar nem tanto à terra. As sanfonas de Dominguinhos e de Sivuca fazem um contraponto à recorrente sensação de que viver é um ato absolutamente sem sentido, uma experiência selvagem e absurda, uma “agitação feroz e sem finalidade”, como diz o poeta Manuel bandeira, ... Leia Mais »