A BARRACA DO NEGO RÓ!

A BARRACA DO NEGO RÓ!

(Um texto de J.M.Victor)

Na livraria Nabuco, que era um estreito prédio na Rua Grande da cidade de Patos, comprei muitos livros de bolso das edições de ouro. Ainda guardo alguns exemplares desse tempo: “Oração aos Moços” de Rui Barbosa, “O Teatro de Martins Pena”, “As Mãos de Eurídice” de Pedro Bloch. Eram caríssimos para estudantes do ginasial.

 Então migramos para Barraca de João Bezerra, hoje escritor e coronel reformado da Polícia Militar da Paraíba, que ficava defronte ao magnífico Cine Eldorado e vizinho ao famoso Grupo Escolar Rio Branco. Ali trocava, alugava, vendia e comprava livros e revistas usadas.

  A minha coleção de Jaques Douglas, fotonovela italiana de grande sucesso, saiu praticamente de lá, como também o nome do personagem principal do meu romance que será publicado no próximo mês de outubro.

 Quando Zé do Ouro inaugurou o Cine São Francisco, popularmente conhecido como o Gigantão do Prado, Nêgo Ró abriu sua barraca de livros e revistas usadas na calçada da Igreja de Nossa Senhora da Conceição, que ficava a menos de cem metros da minha casa.

 A visita diária a barraca era obrigatória, porque nas imediações tinha um escambo permanente de revistas em quadrinhos. Foi mais adiante que fui comprando, aos poucos, nessa barraca, uma coleção de livros de bolso, publicado pela Revista “O Cruzeiro”. Eram as reportagens do famosíssimo jornalista David Nasser um dos expoentes da maior revista de circulação nacional do país.

 Os livros iam chegando a minha estante: “A tragédia de Aída Cury”, “O Velho Capitão”, “A Revolução dos Covardes”, “Jânio, a Face Cruel”, “Gregório, o Anjo Negro”, entre tantos outros.

 Gostava dos livros, mas na Universidade quando tomei conhecimento de que David Nasser era defensor da Ditadura Militar, empacotei os livros para não passar vergonha diante dos meus amigos “esquerdistas”.

 Ainda bem que não toquei fogo nem coloquei no Índex dos meus preconceitos.

Compartilhar...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*


3 × = dezoito

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>