A CHARGE (ou cartum) PLURAL

A CHARGE (ou cartum) PLURAL

Amarildo Lima – É Capixaba e trabalha há 30 anos no Jornal A Gazeta do Espírito Santo como Chargista e Editor de Ilustração. Diz charges que ele fez no princípio da carreira, há uns trinta anos (essa que vocês veem aí, não, é atualíssima), por aí, como ressaltou, estariam ainda hoje muito atuais. Nada mais falo. Nesse ponto, porém, permita-me discordar o bom Amarildo: muitas não, poucas, pouquíssimas. As charges, ele sabe muito bem, em sua maioria são passageiras. As deles não poderiam ser diferentes. Mas o cara é muito bom em traços e ideia.  O exemplo está aí. Outra: a charge não é “apenas” para sorrir, mas fazer pensar. E algumas, pensar muito.

Compartilhar...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*


cinco − 2 =

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>