a DOR que me invade

a DOR que me invade

Invade sem piedade

Remexe a alma

Esfacela o coração!

Ela cala,

Faz a gente dá gemidos,

Mete medo!

 

A dor desestrutura

Feito moenda ela tritura

Faz partícula e bagaço, mistura!

 

A dor se amplia

Com o nosso medo,

É preciso remédios,

Planos médicos e curandeiros

Gastar rios de dinheiro

Para sair do vespeiro!

Compartilhar...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*


− 2 = dois

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>