A ESTRELA ÁUREA NO SHOW EM HOMENAGEM A ESTRELA DALVA!

(“Umas mal-traçadas para a Rosa)”

Negar ninguém há de. Nem eu!  Maria Bethânia é maior intérprete viva da nossa MPB. Assisti a um show de Bethânia. Apenas um. Ela cantou muito. Tudo muito natural. Mas daquela vez não cantou a bela “Bom dia” de Herivelto Martins e Aldo Cabral. Não sabem? sei de cor! É aquela que termina, assim como muitas das composições que ela fez para a sua “Estrela” Dalva, dramaticamente, dizendo que “Num recurso derradeiro/Corri até o banheiro/Pra te encontrar, que ironia/E que erro tu cometeste/Na toalha que esqueceste
/Estava escrito bom dia”.

 Arretado? Botem arretado nisso!

No último dia da nossa estada – nada de “estadia”! –  na Cidade Maravilhosa – nunca vi um apelido pegar tão bem: maravilhosa! -, a Rosa e eu fomos assistir ao show “Dalva de Oliveira – 100 anos”.  Se a Rosa gostou? Emocionada, chorou ouvindo Márcio Gomes, uma mistura de Cauby e os Agnaldo Rayol e Timóteo, cantando a “Ave Maria” de Evaldo Gouveia e Jair Amorim! Belamente chorou!

Mas não vou falar na constelação que por lá encontrei cantando o melhor dessa que foi um dia – para muitos continua sendo – a maior cantora do verde-amarelo. Mas entre tantas boas coisas ali espalhadas para celebrar os 100 anos de nascimento da estrela que ainda hoje brilha, Dalva de Oliveira, uma constelação composta por Claudette Soares, Eliana Pittman, Dóris Monteiro, Julia Vargas, Simone Mazzer, Agnaldo Timóteo, Áurea Martins, Rosa Marya Colin, Luciene Franco. Ellen Lima e outros deu um Show com letras maiúsculas: um SHOW”

Mas foi a negra Áurea Martins, essa carioca de 78 anos, nascida no Rio de Janeiro (Campo Grande) que me deixou de boca aberta. Aos 78 anos cantar daquele jeito! Tudo bem. Quase todas as estrelas presentes beirando os 80, mas boas como ninguém seria capaz de imaginar. Técnica apuradíssima! Os graves e os agudos dominados como o cachorro pequinês que se cria desde o nascimento.

Porém, Áurea, com todo o respeito as demais, me tocou mais ainda pelo fato de há muito gostar dessa “Bom dia” como muitos hoje gostam do chico Buarque e Cauby Peixoto. E ainda esses que também gosto muito, Joa o Gilberto e Emílio Santiago. Sai de lá, assim como a Rosa, com aquele gostinho de quero mais. No caso, porém, em tratando da constelação, não apenas Áurea Martins, mas todos! Agora, sinceramente, Áurea Cantando “Bom dia”, me senti assim como se para mim ela estivesse cantando!  Para nós! Posso repetir? Obrigado: arretado!

Compartilhar...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*


seis + = 15

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>