A EXPOSIÇÃO VIRTUAL DO ARTISTA ANTONIO DAVID

A EXPOSIÇÃO VIRTUAL DO ARTISTA ANTONIO DAVID

Tenho vez por outra mergulhado no universo fotográfico de Antonio David. Mas o bom desse mergulho, muito bom para este consumidor de arte, como também se autodenomina este Malabarista de Palavras, e que dele, desse mergulho, saio cada vez mais consciente de que mais que um simples fotógrafo Antonio David  há muito que chegou a condição de “artista”.

Antonio David é um sujeito que sabe que fotografia é arte e, na condição de artista, valoriza-a mais ainda a cada apertar do gatilho que dispara na captura da imagem.

Sempre que espalho o olhar por uma de suas criações.  Isso mesmo, criação,  pois,  se falo assim é porque descubro em cada fotografia por ele “capturada” mais que uma imagem estática,  vejo uma criação que me surge rejuvenescida.

As fotos de Antonio David – sem esse S – são atemporais. Ele registra a história nas pessoas em que o seu olhar curioso descobre ser elas merecedoras de registro.

Os populares. São esses que dizem mais para esse artista que com eles se identifica. David não se afasta dos personagens e coisas que captura com a sua máquina de inventar imagens. Ele se identifica de tal forma com elas que parecem velhos conhecidos.  Às vezes mais que isso: amigos.

A intimidade do olhar do fotografado ver-se nos ângulos e cores e enquadramentos que ele espalha nesse momento único e passageiro, pois,  segundos depois, a foto não será a mesma nem os personagens guardarão o mesmo olhar. Ah, mas, por outro lado, esse o  artístico, o artista também não será o mais mesmo!

Passeio o olhar pelas fotografias de Antonio David e me identifico com os seus personagens. É o povo numa só pessoa! São pessoas que representam esse povo de circo mambembe onde os palhaços sorriem de si mesmos!

Assim, todos o estão convidados.  Pois é. Nem precisei de convite.  Fui, vi e estou aqui contando para vocês o quanto foi boa essa minha ida! Façam o mesmo!  Vocês nãos sabem o que estão perdendo e muitos não sabem o quanto perdidos estão!

Ah, meus dois leitores amigos, a  arte está em todo lugar. Na rua, na cama ou na fazenda. E  faazer arte muitas vezes nem é preciso. Ela está aí, prontinha, aberta, se expondo sem vergonha para o olho da rua!  Repito: vale a pena fazer uma visita a “exposição” de Antonio David neste espaço internético. O endereço? simples: http://antoniodavid.wix.com/fotografia.

 

 

 

Compartilhar...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*


− 6 = um

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>