A falta de memória as vezes faz um bem!

A falta de memória as vezes faz um bem!

 

Aos 85 anos de idade, Morris se casou com Ana, de apenas 25.
Devido ao marido ser tão idoso, ela decide que deverão dormir em quartos separados.
Terminada a festa do casamento, cada um vai para seu quarto.
Ana se prepara para deitar, quando ouve batidas fortes na porta. As batidas são insistentes.
Ao abrir a porta ela se depara com Morris, com seus 85 anos, pronto para a ação.
Tudo corre bem e após uma relação quente e vigorosa, Morris despede-se e vai para seu quarto.
Passados alguns minutos, Ana ouve novas batidas na porta do quarto… É Morris, novamente pronto para a ação.
Ela se surpreende, mas deixa-o entrar. Terminada a relação, Morris beija-a carinhoso e despede-se, indo para seu quarto.
Ana se prepara para dormir novamente, quando escuta fortes batidas na porta.
Espantada, Ana abre e se depara com Morris, mais do que pronto para a ação, com aspecto vigoroso e renovado.
Ela diz:

- Estou verdadeiramente impressionada que em sua idade possa repetir a relação com esta frequência. Já estive com homens com um terço de sua idade e eles se contentavam apenas com uma vez. Você, Morris, é um grande amante!…
Desconcertado, ele pergunta:
– Mas eu já estive aqui antes?…

 

 Moral da história:

Não tenha medo da velhice e falta de memória tem lá as suas vantagens…

Compartilhar...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*


6 − = um

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>