a feira do poeta Antonio David

ando mesmo um tanto desligado. não é que esteja “apagado”. mas poupando energia. creio. agora foi a vez de passar “quase batido” o excelente vídeo pescado pelo olhar poeta do artista das imagens Antonio David. o olhar aguçado do artista fez com que o meu não seguisse outro caminho que não fosse o dele. arretado! a feira é isso mesmo! só uma ressalva: mesmo para olhar uma feira desse tipo, assim como ela, tem que ter um olhar livre! feira livre para um olhar livre também! Antonio David conseguiu ver o essencial. em cada parte o todo e o todo presente numa parte apenas! senti-me como se hoje fosse domingo – todo dia é feriado para o olhar em liberdade – e nós, ele, Zé, Giovani e  o sempre muito próximo amigo Hildeberto – estivéssemos  naquela barraquinha, manhãzinha bem de manhã (sic), contando histórias que aprendemos nos livros e traçando caminhos para eternas viagens ao interior! as imagens são maravilhosos! a música incidental (deixem assim) foi escolhida em sintonia com o olhar!  obrigado, meu amigo, vamos continuar livres nessa feira somente liberdade do olhar!

!

Compartilhar...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*


5 × um =

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>