A internet na eleição

A internet na eleição

A campanha eleitoral ganhou um novo palco nesta eleição: as redes sociais, principalmente o Facebook e o Twitter, que os candidatos passaram a utilizar para bombardear os eleitores com informações sobre si e também acusações aos adversários. O novo meio tem uma vantagem importante: permite chegar mais perto do eleitor e se fazer presente no seu cotidiano.

Na campanha pela Presidência da República, os dois candidatos que chegaram ao segundo turno investiram em redes sociais, com perfis no Facebook e no Twitter. Enquanto Dilma Rousseff (PT) soma mais de 1,7 milhão de curtidas no Facebook, Aécio Neves (PSDB) chegou a 3 milhões. Já no Twitter, Dilma está na frente, com mais de 2,9 milhões de seguidores, e Aécio tem cerca de 188 mil.

Compartilhar...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*


6 × nove =

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>