Aldo Lopes, Francisco Florêncio  e o Verão que eu tapava!

Aldo Lopes, Francisco Florêncio e o Verão que eu tapava!

Aldo Lopes de Araujo é um princesense da gota serena.  Esse eu conheço.  Um cara que escreve sem pregas e sem cabrestos. Bom pra Carvalho.  O Campos! O Campos! As apalavras escritas ficam felizes em serem escritas por ele. Fomos companheiros de colunas. Nada de colunas do meio. Somos espadas e no meio nos metemos. Brinco. Aldo é aquele dos “odiados cachorros”. Não entenderam? Explico: “O dia dos Cachorros”. Um livro tão arretado de bom que ganhou sozinho um premio e deixou os concorrentes sozinhos e mal acompanhados. Dizer mais o quê sobre Aldo? Outro dia direi. Amanhã. Ou depois.

 Agora, Aldo apresentado, mesmo sem precisão, apresento Francisco Florêncio. Esse não vou mentir: não conheço. Ainda. Ou melhor: conheço pela sua bem-humorada escrita. O cara sabe o que do diz e diz sorrindo. Sorrio com ele. Melhor:  eles. Explico: ele e Aldo Lopes. Tão lembrados das mal-traçadas minhas espalhadas no blog de milhões de acessos e conhecido por aqui e alhures como o “Sítio do Tião”? Esse mesmo! Sebastião Lucena. Tião Lucena. Tião Medonho. Tião de Deus e…Outro que escreve como respira e respira com a facilidade com que escreve.

Pois bem. Esses comentários que seguem a respeito das minhas mal-traçadas sobre o Verão da Itaipava, esse que não apenas bebia, mas comeria como se bebendo estivesse, fizeram este Malabarista de Palavras sorrir e quase gargalhar. Morrer de tanto sorrir para ressuscitar gargalhando. Os caras sabem do que falam e falam o que sabem sorrindo. Eu, particularmente, achei tão arretado que sobre eles, os autores e seus comentários, acabei comenten esdotas mal-traçadas. Em síntese: dois comentários criativos. Ah, e arretados! Leia-os. Eles merecem.

 

ALDO LOPES DE ARAÚJO

Tião, mofi, conheço 1berto de almeida. Invaginemos e supunhetamos a cadeia alimentar onde figuram o sapo, a mosca e essa animala ai de cima investindo contra nos com essa vontade de ir para o céu. Pois 1-berto sozinho e sem esforço algum paparia a mosca, o sapo, o verão, e até nós, sabe Deus, se a gente não encostar o cu na pá.

FRANCISCO FLORENCIO

TIÃO: VEJA SEU E-MAIL. TE ENVIEI MENSAGEM ESPECIAL PARA O DIA 11 E NÃO É PELO DIA DOS NAMORADOS. Um recado para Umberto: Sexo é imaginação. Sem gastar nada, usando as melhores técnicas do pecaminoso Onan, ele poderá liberar tantas endorfinas quanto seu nível de testosterona o permitir. Esta Vera Verão é daquelas que relatou o saudoso Stanislaw Ponte Preta, que encontrando um exemplar do mesmo quilate, não resistiu e ajoelhado em frente da musa, levou as mãos ao céu e gritou, emocionado: O autor! O autor!

Compartilhar...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*


8 − = sete

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>