Atocha, negada, a Tocha chegou!

Atocha, negada, a Tocha chegou!

 E os parentes que estarão fotografando e registrando tudo? Ah, esse não podem esquecer. Não poderão. E se não puderem registrar esse momento único em suas sem graça vidas, que chamem o “mágico do olhar certeiro” Antonio David. Assim as fotos não serão apenas históricas, mas também artísticas! Mas o que os carregadores da Tocha sagrada gostariam mesmo era fotografar e registrar esse momento em belos e inesquecíveis selfies. Não é possível. Eles sabem.   Chupar cana ou assoviar. Chupam ou assoviam. Escolham.

Mas eles terão alguém para registrar esse momento histórico. Acredito.   Agora, depois dos cem ou duzentos passos, não importa quantos, poderão trocar de roupa e mudar para outra cidade. Estarão realizados!  Foram os escolhidos meio a milhões de pobres mortais que nunca sentirão a tocha atrás nem na frente!

 Fogo! Esses irão senti-lo das cabeças aos pés. As suas.  A emoção será tanta que não duvidam que esse fogo irá queimá-los até entre as pernas!  Nada mais importa. Agora o memento é de gozar a glória de carregar esse fogo que lhes esquenta os ventres e sobe ventres acima! Emoção indescritível! Será.

Também nada de caras-pintadas nas ruas lutando pelo que os carregadores da Tocha esperarão em casa contando o vil metal.  O momento é de assisti-los carregando o símbolo sagrado das olimpíadas, esse que muitos assistirão apenas pela televisão. E como um canal fechado muitos não podem pagar, somente verão os atletas verdadeiros e os carregadores da Tocha por onde eles se veem todos os dias – a rede Globo. Que venha, pois, a Tocha!  Os carregadores da Tocha estarão de almas e pernas abertas para recebê-la!

Compartilhar...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*


1 × = um

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>