Arquivos do Autor: Humberto

“Rock da Cachorra” é uma canção composta por Leo Jaime e originalmente gravada em 1982 por Eduardo Dussek em seu álbum Cantando no Banheiro.[1] A canção propositalmente leva um ritmo rockabilly dos anos 60. Sua letra, porém cômica, tem um único objetivo: literalmente trazer a consciência de “não compre, adote”. Após ser cantada na voz de Eduardo Dussek, a canção tornou um sucesso repentino, alcançando o topo das paradas ... Leia Mais »

… também iria para o café do rick

casablanca bar

 É um dos    filmes mais baratos a entrar para a história do cinema. Casablanca. Lembro bem o dia em que emprestei o referido ao “guerrilheiro cultural” Pedro Osmar e ele mo (gostei) devolveu, dizendo ser um dos melhores a que assistira em sua vida. Disse mais: identificou-se tanto com o duro Rick, o dono de café vivido no filme pelo ... Leia Mais »

FB_IMG_1602791452641

Em ordem – da esquerda para a direita: Clarice Lispector Mário Quintana Guimarães Rosa Câmara Cascudo Hilda Hilst Monteiro Lobato Lygia Fagundes Telles Carlos Drummond de Andrade Fernando Sabino Vinicius de Moraes Ariano Suassuna Millôr Fernandes Raquel de Queiroz Gilberto Freyre Nélida Piñon Érico Veríssimo Leia Mais »

Á Dona Iolanda: esta lembrança é mais que mais uma lembrança – é uma declaração de amor e gratidão

dona iolanda, o mb e a filha mariinha

HOJE É QUINTA FEIRA, DIA  15 de outubro de 2020.  Nada a estranhar. Se toda semana temos uma quinta-feira,  o mês de outubro temos todos os anos.   Neste 15 de outubro, porém, assim como nos outros, se comemora o Dia do Professor. Acho que é isso. Um profissional essencial à formação do “homem-cidadão”, mas esquecido por muitos que nada ... Leia Mais »

Salve 10 de Outubro, salve Dapenha! O Aniversariante do dia!

dapenha olhando o mar

Parece que foi ontem!   O lugar é comum. Sei. Mas não sou o tipo de fugir do lugar comum para tentar ser/parecer diferente. Os anos passam, o tempo voa e a nossa irmandade continua muito boa!  Nenhuma descoberta em descobrir que os anos passam! Mas apesar de passageiros, seremos sempre nós a passar por ele. Ah, como sabemos disso! ... Leia Mais »

DAPENHA ANIVERSARIA HOJE E O PRESENTE QUEM GANHA SOMOS NÓS!

abraço nosso DAPENHA

  O MEU ÓTIMO IRMÃO/AMIGO filho de Dona Chiquinha e Compadre Heráclito, O “Da Penha”, separado ou muito bem acompanhado de si mesmo (epa!), Dapenha, o Minal, o Zé Minada, como assim costumava chamá-lo o nosso pai em comum, está comemorando mais um ano nesta cidade (o mundo) em que espero que por muitos anos continue vestindo a mesma roupa que ainda ... Leia Mais »

Coelho Neto

contemporâneo: pintava verdadeiros quadros com as palavras, cheios de adjetivos e advérbios. Veja um exemplo da obra Rei Negro (1914): “Longínquos, com reboante fragor, tronavam trovões soturnos. (…) Cresceu a aflição das árvores, os bambuais vergavam-se em mesuras e o estrondo ribombava à fulguração sulfúrea dos relâmpagos.” Isso que é tempestade, rs. Leia Mais »

Nobel

Texto extraído do Fronteiras do Pensamento, que talvez explique que é por causa dos brasileiros (resalva que é a opinião de uma só pessoa, relatada por Ozires Silva: “Uma explicação no mínimo surpreendente surgiu há poucos dias e veio de um jantar entre um brasileiro e três membros do comitê responsável pela indicação dos Prêmios Nobel. O brasileiro em questão ... Leia Mais »

ouça do velho esses bons conselhos, por enquanto, eles são de graça…

conselho de etica-vendendo conselhos

Eu Plural: não sei (…como foi), só sei que foi assim. eu conto. foi assim:  encontrei quando passeava pelo espaço internético. muitos viram. Leram. gostaram. não vou dizer que morri de amores. mas tem algumas boas verdades. tudo muito comum. também é verdade. mas é aquela história que costumo dizer por aqui: escrever difícil é fácil. agora escrever fácil é ... Leia Mais »