Arquivos do Autor: Humberto

essas flores do bem!

charles boude

acho que de poesia a ressaca só lembramos  a dos olhos de capitu. não acho que a poesia nos deixem com ressaca. às vezes, conforme o poeta escolhido, ela nos deixa com aquela sensação de tempo perdido. por isso nada melhor do que saber escolher o seu poeta. o meu vocês sabem. ou melhor: os meus. daqui são poucos. e  ... Leia Mais »

o belo julinho

julinho, o belo

aqui na minha ilha espalhando esse olhar curioso sobre as muitas boas lembranças.  são muitas fotos, belos momentos. tudo com a trilha sonora de laurindo de almeida mostrando como se toca um samba de uma nota só.  um samba que na verdade não é de uma nota só. agora salta a minha vista a bela foto com o atual e ... Leia Mais »

MAIS UM PONTO POSITIVO PARA ELE: O TESTE DEU NEGATIVO!

NEGATIVO

Aqui quarentenando. Falei outro dia, e falo agora. A quarentena não me tem feito mal. Embora bem tão bem assim também não, mal, porém, um Mal em letra maiúscula, isso não está não.  Só o fato de que estou aproveitando muito bem para colocar as coisas que são minhas em dia, prova de que todo Mal, sem esse S, traz ... Leia Mais »

…ela chegou com o seu carro cheio de vergonha do mundo

catador de lixo

ela foi chegando e, pouco a pouco, meio-dia ou quase isso, foi chegando de mansinho. o carro estava – vocês podem ver – cheio de ilusão. saíra nas primeiras horas do dia. não sabia a hora que voltaria para, vendido o que sobrara de muitos, resultado de várias tentativas feitas para pescar o melhor na latas de lixo, alimentar os ... Leia Mais »

E a doce Livinha fez 13 anos!

LIVINHA TREZE ANOS

Faz tempo, não? Não tanto tempo assim, minha filha. Dia desses ela estava se arrastando pela sala deste avô que a ama sem limites nesse amor. Se arrastava, parava, sentava e… tome beijos! Agora, assim quando menos se espera, temos aí essa mocinha bonita, inteligente e doce. Talvez vocês até digam que tal afirmação e coisa de avô-coruja. Nada disso! ... Leia Mais »

uma das mais belas “desafinações” que de tom jobim e newton mendonça!

desafinado

o sotaque deu o charme. é o charme. cantar bossa nova assim é reinventar as suas divisões e cadências. tudo muito bonito e… novo!  a leveza da banda dá um toque especial ao sotaque cheio de síncopes. fiquei um tempão ouvindo. depois não aguentando o prazer em ouvir música que me acompanha nas caminhadas minhas, todos os dias, sozinho, resolvi dividir ... Leia Mais »