Arquivos do Autor: Humberto

TORCI CONTRA…

IMG-20221210-WA0009

não  torci contra a seleção brasileira.  contraditório o que vou dizer? nem aí estou para o que alguém vai dizer.  por quê? SIMPLES. porque se não torci contra o Brasil,  torci contra Tite.  e, se não bastasse,  torço até agora contra o Galvão Bueno. Insuportáveis.  O Tite e o Galvão. Leia Mais »

Cardivando de Oliveira, sem microfone, não disse “I want to be alone”

images (18)~2

No dia 11 de abril do ano passado, o radialista Cardivando (Cavalcanti) de Oliveira,  depois de sofrer  um acidente vascular cerebral (AVC) isquêmico, aos 73 anos, deixando o lado direito do seu  corpo paralisado, era internado. Cardivando, o radialista,  quando estava com o microfone  no seu bem ouvido  programa (Bom Dia, Paraíba)era invejado até pelo “rei” Roberto Carlos. O motivo? ... Leia Mais »

O meu Maestro brasileiro EDINO KRIEGER não mora mais aqui

edino-krieger-canticum-naturale~2

O maestro Edino Krieger passou por aqui 11/03/2017 por: Humberto de Almeida por Humberto de Almeida* Ele nasceu em Brusque (Santa Catarina), no dia 17 de março de 1928. Estão fazendo as contas? Pois é. Edino Krieger, esse mesmo que pede que “por favor” não o chame de “Édino”, com esse “E” maiúsculo acentuado, um dos maiores compositores em atividade do mundo, que ... Leia Mais »

Espanha – vae victis ou ao vencedor as batatas da classificação

Fim do sonho para Portugal.  A seleção perdeu para o “fraco” Marrocos. O país que teve a sua capital mudada pela rede-bobo. Assisti. Não gravei dessa vez. Se Marrocos mereceu? Quem assistiu vai afirmar que nem tanto. Deixo, então, esses com a sua opinião. Torci pelo vencedor nos pênaltis: o Marrocos. Bons cobradores.  Quase ótimos. Se nem um perdeu são ... Leia Mais »

Maria, Maria é um dom, uma certa magia Uma força que nos alerta

FB_IMG_1670171731516

Vivemos em uma carência tão grande de sinceridade que até o riso perdeu a graça. Lembre-se que o riso ou uma espalhafatosa gargalhada é mais contagiante que um mau-humor. E ademais, sorrir ou gargalhar nos dá o sintoma de alegria. Felizes são aqueles que morrem de alegria. O coração não suporta aquele espetacular momento. Aí, frente a vocês, a foto ... Leia Mais »

Uma festa belíssima ess poema do Chacal

FB_IMG_1670170523142

Podem me bater,  prender e até me matar, mas eu não mudo de opinião: esse é um dos mais belos poemas da língua portuguesa. Fosse este Malabarista de Palavras um poeta, depois dele,  o silêncio se faria. E os outros que fossem paridos  seriam apenas palavras. Vou retificar: belo não, belo é o meu neto Belo. O poema é belíssimo. ... Leia Mais »