Arquivos do Autor: Humberto

UM ENCANTO MUSICAL

ENCANTAR

Encantamento. Substantivo masculino. En-can-ta-men-to. A mesma coisa que atração. A mesma coisa ainda que fascinação e sedução. Perder o encantamento e como desistir de seus sonhos. Foi por acaso. Encontrei a chamada nesse espaço mais “face” que “book”. Encantamento me lembra do Guimarães rosa. Encantamento não é feitiço, mas o resultado. Encantamento pode ser traduzido como sonho? Nada a ver. ... Leia Mais »

FERNANDO E PEDRINA: O CASAL AMIGO/IRMÃO DA RUA DOS ITALIANOS!

esses são os caras! os verdadeiros!

“Com fé em Deus, meu amigo-irmão, nem preciso dizer que ganhaste uma nova irmã, que é o caso da Pedrina. Ela te adora, você sabe disto. Aqui em casa você é sempre lembrado pela educação, carinho e humildade que transmites. Seu lugar aqui em casa estará sempre disponível. Que Deus nos abençoe sempre!” – Fernando (Galego) Caetano/Pedrina.  Em primeiro lugar, ... Leia Mais »

EM TERRA DE SAPOS…

cocoras

Confesso que não sei. Uns dizem que ser duro sem perder a ternura é um mal. Não acredito. Mais que nunca o velho provérbio é a filosofia do dia: em terra de sapos de cócoras com ele! O homem que vive entre feras, mesmo sendo um homem melhor sente a inevitável necessidade também ser fera. Eu nesse meio, sem pestanejar, ... Leia Mais »

O ANO DE 2014 E A CERTEZA DE QUE ESTOU VIVO!

hoje e não amanã

Ufa! Finalmente o ano passou e eu graças a Deus fiquei no mesmo lugar onde todo esse ano passei: dentro de mim! E estou “deverasmente”, como diria aquele famoso personagem do José Cândido de Carvalho “chupado” pelo Dias Gomes, satisfeito por assim permanecer. Não sou o tipo de fazer balanço das coisas boas ou ruins depois que o ano se ... Leia Mais »

A esperança do poeta!

esperança

Lá bem no alto do décimo segundo andar do Ano Vive uma louca chamada Esperança E ela pensa que quando todas as sirenas Todas as buzinas Todos os reco-recos tocarem – Ó delicioso vôo! Ela será encontrada miraculosamente incólume na calçada, Outra vez criança… E em torno dela indagará o povo: – Como é teu nome, meninazinha de olhos verdes? ... Leia Mais »