Arquivos do Autor: Humberto

O que me restou do silêncio: ” a paixão desmedida pelo ofício de escrever” (Políbio Alves)

david e o que me restou do silencio picasa livro

“Reli ainda inédito, o livro “O que me restou do silêncio”, do jornalista e compositor Humberto de Almeida. É, sem dúvidas, uma leitura gratificante. Acima de qualquer suspeita, o livro trata da sociologia da paixão. Exatamente, desmedida pelo ofício de escrever”. - Políbio Alves. O inesperado da surpresa? A frase é velha, mas já teve sua validade. Aqui, neste singular ... Leia Mais »

O que restou do silêncio ? Palavras! Só Palavras!

capa de o que me restou do silêncio.... BOA PICASA

O que me restou do silêncio é o que as palavras nunca conseguiram dizer. Nunca dizem. Sou o tipo do sujeito que fala mais no silêncio. Mais com o silêncio. Escrevendo O Que me restou… foi uma forma de dizer falar sobre essa minha conversa silenciosa . Cinema, música, televisão, humor… Jaguaribe! Ah, esse não poderia faltar! Lembranças! Está tudo ... Leia Mais »

O silêncio e tudo o que dele me restou…

capa de o que me restou do silêncio.... BOA PICASA

Perguntam-me de que se trata meu primeiro “capa dura” a ser lançado no próximo dia 28, no SESC, balneário da praia. Ele trata de mim, respondo. Das minhas coisas. Do meu mundo cheio de palavras e linhas, mas sem entrelinhas. Tudo às claras. Nele exercito o malabarismo desses dedos que movem o meu pensamento. Sou assumidamente um Malabarista de Palavras. ... Leia Mais »

The face is shit!

Domingo_vazio

Não leio notícias no domingo. Os mesmos jornais. As mesmas notícias. Os mesmos intelectuais e analistas de plantão. O Facebook no domingo é pior. As cabeças vazias da semana enchem-no (epa) de filosofia barata. Barata. A única que ainda me desperta a atenção é o baratão Gregor Samsa. Às vezes só entro nesse espaço para sair de lá sorrido. Gargalhado ... Leia Mais »

O livro de ouro das minhas namoradas preferidas

livro de ouro

  Por Anco Márcio – em 16/07/2006 às 00h00 Agora, aos sessenta e quatro anos, fico deitado de papo pro ar, lembrando com saudades do tempo em que eu era um menino de dezoito, dezenove, vinte anos, mas desfrutava da companhia das mulheres mais aprazíveis dessa cidade e corneava alguns amigos ilustres cujos nomes omito. Semana passada me deram noticias ... Leia Mais »

CHICO E ELIS ELIS E CHICO

um vídeo raro. Chico uma vez disse que esse foi o momento inesquecível. Tu cantando com Elis Regina ? Não. Elis Regina cantando comigo, respondeu. Mas em seguida completou: ninguém cantava com ela. Pegava carona. tinha toda razão. Leia Mais »

TODOS NO SILÊNCIO NESSE DIA…

capa de o que me restou do silêncio.... BOA PICASA

Isso mesmo que vocês estão vendo. A capa do meu O que me  restou do silêncio que em breve estará sendo  lançado quase à beira-mar. Ou melhor: será assim mesmo: beira-mar. afinal, o balneário do SESC, onde o referido será lançado fica lá mesmo: à beira-mar. Tô espalhando mais uma vez para não esquecer de lembrar aos meus dois leitores. ... Leia Mais »

TUDO O QUE RESTOU TÁ NELE…

capa de o que me restou do silêncio.... BOA PICASA

Vem por aí o meu O que me restou do silêncio. O livro… Bem. Não vou entregar o jogo ainda no primeiro tempo. Mas uma certeza vocês podem ter: será um livro diferente. Por quê? Ora, porque ele único! É como aquela flor do principezinho cor-de-rosa: só tem uma. No meu caso, um. Nenhum outro tem o mesmo titulo e ... Leia Mais »

O QUE ME RESTOU….

capa de o que me restou do silêncio.... BOA PICASA

vocês sabem e estão todos convidados. no próximo dia 28 do mês em curso – meu deus !- estaria lançando meu primeiro “capa dura”. o loca já foi escolhido e o tema da festa também: o que me restou do silêncio. O local é balneário do Sesc, na praia de Cabo Branco. O dia ? ora acabei de dizer: 29 ... Leia Mais »