Arquivos do Autor: Humberto

‘Relatos Selvagens

filme na tela

As histórias que justificam o título Relatos Selvagens, filme argentino que estreia na quinta 23, produzem imediata identificação a qualquer espectador exposto ao mundo contemporâneo. Ao menos até o momento em que entra em cena o registro de humor negro e tudo parece ser redefinido. Ou não, e por isso mesmo o tom vem nos alertar para a falta de ... Leia Mais »

Existe apenas uma idade para sermo felizes…

eu canto os meus parabéns a mim e festejo com eles!

‘Existe apenas uma idade para sermos felizes, apenas uma época da vida de cada pessoa em que é possível sonhar, fazer planos e ter energia suficiente para os realizar apesar de todas as dificuldades e todos os obstáculos. Uma só idade para nos encantarmos com a vida para vivermos apaixonadamente e aproveitarmos tudo com toda a intensidade, sem medo nem ... Leia Mais »

Vale a pena contar de novo!

humberto metade do rosto na porta

Taí, confesso que já estava esquecido! Faz tanto tempo! Mas, agora, manhãzinha logo cedo, lembrando os tempos em que o meu mundo começava na Rua João Machado – uma distância “enorme” da Rua Senhor dos Passos e 12 de outubro – passava pela Mata do buraquinho e terminava no Sítio de Dona Zaíra, lembrei-me que nasci mesmo numa quarta-feira como ... Leia Mais »

Nascendo e renascendo nas manhãs de 22 de outubro!

HUMBERTO DE BRAÇOS CRUZADOS E BARBA EMBRAQUECENDO

Taí, confesso que já estava esquecido! Faz tanto tempo! Mas, agora, manhãzinha logo cedo, lembrando os tempos em que o meu mundo começava na Rua João Machado – uma distância “enorme” da Rua Senhor dos Passos e 12 de outubro – passava pela Mata do buraquinho e terminava no Sítio de Dona Zaíra, lembrei-me que nasci mesmo numa quarta-feira como ... Leia Mais »

Saco vazio ? Não é por isso que vou meter o pau!

A solução é uma rima: Adão!

  Um dia cheguei a desejar que eleições por aqui = em alhures pouco me importa – tivéssemos todos os meses. A primeira justificativa encontrada para endossar esse meu desejo, respondendo a um dos meus dois leitores, esse curioso em saber porque este Malabarista de Palavras gostava tanto de eleições, foi a de que se assim acontecesse este país em ... Leia Mais »

O saco cheio e a cabeça vazia de esperança…

Nada de saco cheio na mão!  Saco é todo o corpo!

Vocês não sabem o que é estar de saco cheio, sabem? Pois bem. Ssabem. Tudo E se for mulher, mesmo com o útero vazio, também deve saber. Fácil. Esse é um sentimento sem sexo. “Óvulo cheio”.  Também pode ser. Sem discriminação. Sou contra. Mas a verdade é que estou com o saco até aqui de tanta besteira que escuto por ... Leia Mais »

A Poesia faz bem (Polibio Alves)

centro_historico_ noite

O Varadouro ainda pulsa          vive explode cheio de sangue entrecortado de mangue.                                                Ancoradouro                                                sumidouro                                                      retrata                                         veias e o coração                                         da velha cidade. Leia Mais »