Arquivos do Autor: Humberto

as histórias de silêncio que a minha mãe contava…

DONA CHIQUINHA picasa (1)

  “A areia do deserto é para o viajante cansado a mesma coisa que a conversa incessante é para o amante do silêncio.” – Provérbio persa   Hoje, enquanto a chuva caía lá fora e fazia aquele barulhozinho gostoso, a Rosa ensaiava os primeiros passos para uma breve e saudável caminhada, lembrei que a minha mãe gostava tanto do barulho ... Leia Mais »

As lamentações de Dostoievski

dostoievksi

Eu plural: os colegas, dois que tenho a satisfação de tê-los (epa!) como leitores deste nosso singular espaço plural, sabem que o corona tem feito com que esta mb tudo leia e ouça por aí para não perde o bonde e a esperança de um dia ser o maquinista do mesmo. tudo tenho feito. lido e escrito mesmo quando a ... Leia Mais »

Conversa de pai e filha (Antonio Maria)

antonio maria dois

  eu plural: alguns poucos – poucos mesmo – não sabem que o bom antonio maria ou simplesmente maria, como era carinhosamente chamado pelos amigos, além de um bom compositor e pianista era também um excelente cronista. muito bom mesmo. sem querer insistir em chover no molhado, poderíamos até dizer tão bom quanto um fernando sabino, paulo mendes campos, drummond ... Leia Mais »

essa casa que habita em mim!

um malabarista de palavras e a casa da 12 de outubro onde nasceu

  O terraço da casa 950 da Rua 12 de Outubro, no meu bairro de Jaguaribe, era grande o suficiente para que os irmãos, todos mais velhos do que este escriba, estendessem gostosos colchões, deitassem os seus corpos juvenis e  ali tirassem boas sonecas! Enquanto isso, entre uma nuvem de fumaça e outra fabricada pelo seu cachimbo mágico, ela me ... Leia Mais »

E se Deus não existisse?!

images (41)

EU PLURAL: não pense você leitor meu que este MB está a perguntar ou imaginar um mundo sem Deus.  Nem pensar! Nunca passou por esta cabeça em constante estado de evolução (sic) a negação da existência de um Deus. Nunca duvidei de Sua existência. Mesmo que às vezes fraqueje em minha fé.  Mas e ai? Nenhum problema.  Acontece com todos. Ou deveria ... Leia Mais »

Poema (ou tentativa) para a tua alma feminina…

maria rosa

Estás distante porque eu sou a distância E purgo-me disso todas às vezes de sofrer teu nome, tua face. Meu desespero enterra-se na praia onde, altas horas da manhã, vens tomar sol e molhar os cabelos. Estás distante, como a minha ira está de devorar a si mesma. Estás distante, como a minha angústia de compreender suas razões. Estás distante. ... Leia Mais »

o que acontece depois dos 40

images (39)

eu plural – não vou dizer que o conheço de longas datas. seria mentira. o seu texto mais famoso – esse aí, intitulado de “já não tenho paciência” – há um bom tempo. josé micard teixeira nasceu a 1 de dezembro de 1961, em aveiro, portugal. portanto, ainda é um “jovem” escritor. também não tenho nenhum de seus livros. são seis. e ... Leia Mais »