Bolsonaro, Fuzilamento, Voto e a Consciência da Cor

Bolsonaro, Fuzilamento, Voto e a Consciência da Cor

PhotoEditor_20181026_090953254Estão dizendo por aí que se Bolsonaro for eleito,   negros, homossexuais e o diabo a quatro serão fuzilados. Dizem mais: que Bolsonaro vai matar uns trinta mil E, se no meio desses alguns inocentes morrerão, nem um problema.  Mesmo assim, dizem que Bolsonaro disse, valerá a pena.

Pois é. Tudo isso leio e escuto por aí. São tantos os leigos falando em política que dá até vergonha em pensar que sou um “animal político”.

Não sou homossexual nem estou entre esses “diabo a quatro”. Sou um homem negro. Sou um negro e não nego. Nunca! Se não vou votar em Bolsonaro, nada tem a ver com o medo de vestir essa cor. Uma cor que me faz bem e muito. Tanto que  escrevi  um dia ,que, se amanhecesse “branco”,  iria me desconhecer pelo resto da vida. Mas nada contra branco. Nunca!  Não tenho preconceito contra branco nem negro. Não tenho preconceitos. Sou apenas um negro consciente e feliz na e com a minha cor.

Bolsonaro prometeu fuzilar negros?! Não ouvi Bolsonaro dizer isso. Mas também não estou defendendo as posições extremas e preconceituosas e belicosas do Bolsonaro. Não me venham  “rebeldes sem causa”. Mesmo advogado e bem pago , mesmo assim, não o defenderia. Nunca. Embora saiba que Bolsonaro et caterva tenham dinheiro – arranjaram e eu sei como – para constituir os melhores advogados em defesa de seus preconceitos.

Também não quero Bolsonaro na presidência do meu país.  Mas, apesar de esse  meu gosto ser também também o de muitos, sei que tudo ele tem para ser isso que não quero: presidente do meu país. E não me venham dizer que estou pessimista. Sou pessimista.  Não estou nem sou.  O que não suporto mais são os “pitacos” de eleitores que não passam de inocentes e inúteis – para os próprios!  – nessa eleição, e que agora veem com essa história de que tenho de votar contra o Bolsonaro, pelo fato de ser negro, e, se Bolsonaro for eleito, mandará fuzilar os meus irmãos de cor.

 Meu Deus! E aí que está embutido todo um preconceito!  Sou negro!  Não deixarei de sê-lo (sic)nunca! Bolsonaro nem sabe disso. Mas, se todo negro pra ele é tudo a mesma coisa, estarei entre esses. A verdade, porém,  é que Bolsonaro e os que divulgam a história desse fuzilamento dito por ele são preconceituosos. Todos. Tõ de saco cheio!  Mas vamos ao fatos.

Se Bolsonaro soubesse como é bom ser um negro como sou, feliz com a cor que tem e mais feliz ainda por não dar a mínima para os que pregam esse fuzilamento e escondem o seu preconceito no preconceito dele, nunca pensaria assim. Sou  um negro, e feliz em sê-lo (sic). Pausa. Posso até ser/estar infeliz com as intempéries que essa vida vem me trazendo. Sei também, nesse momento, que também ocorreria a mesma coisa com brancos, pretos, amarelos e cheio de cores. Mas nada a ver com a cor que tenho. Nunca!  Essa só me tem dado alegria. E muita alegria em ser o negro que sou.

Orgulhoso? Não. Apenas muito satisfeito em ser esse negro filho do negro Heráclito de Almeida, irmão de negros e pai de negros que orgulham esse pai e irmãos.  Mas Bolsonaro não fuzilará – como ignorantes dizem por ai -negros, maconheiros, cocainômanos, judeus e homossexuais. E não deixarei “apenas” de votar nele por isso. “Apenas”. Votarei em mim. Votarei no povo brasileiro. Votarei nesse pais de milhões de negros como eu. Apesar dos muitos, infelizmente, sem essa consciência da cor.

Ah, como é bom ser negro e consciente e feliz com a sua cor!

 

Compartilhar...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*


nove − = 1

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>