CAUBY! CAUBY! CAUBY!

conheci ambos. não tenho ídolos. mas, se ídolo eu tivesse, esses seriam dois dos maiores ídolos meus. lugar comum? tudo bem: ele: cada vez mais pobres não, empobrecemos de vez. cauby, assim como roberto carlos, não tenho como negar, era o nosso último grande idolo. emílo? “depois de mim”, costumava dizer o “criador” de conceição,” o emílio é o maior cantor do brasil”. eram os maiores. conto as últimas vezes que estive com ele, cauby, por aqui, no cronicascariocas.com. contarei. o professor, infelizmente, não deixou nem um aluno. nenhum. cauby, como dissera um dia, era também uma “conceição”. só que dessa vez subiu e não descerá jamais. que a terra lhe leve. muito. leve como ele sempre foi por aqui. putabraço pra ele.

Compartilhar...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

Um comentário

  1. Que espetáculo! Invejo que esteve aí presente!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*


× 4 = oito

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>