Chuva de granizo em Parambu

Chuva de granizo em Parambu

Nuvem do tipo cúmulo-nimbo na região ocasionou a chuva de granizo, segundo fundação de meteorologia.

O município de Parambu, no Sertão dos Inhamuns, do Ceará, registrou uma chuva de granizo no fim da tarde desta quarta-feira (20). Em fotos nas redes sociais, moradores exibiam em baldes e nas mãos o gelo pego durante a chuva na localidade de Serra dos Lopes.

“Foi uma cena maravilhosa. Foi muito gelo, mudou a paisagem do sertão, uma coisa que nunca se viu aqui em Parambu”, afirmou Antônia Rocha, que filmou e fotografou o granizo no interior cearense.

 

Explicação do fenômeno

A presença de uma nuvem cúmulo-nimbo gerou o fenômeno, de acordo com o meteorologista da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), Raul Fritz. Essa nuvem, segundo Fritz, pode ultrapassar os 10 quilômetros de altura, da base ao topo. “Lá em cima é muito frio e cria-se o cristal de gelo. Em muitas ocasiões surgem pedras de gelo e, com as chuvas, acabam caindo junto com a água”, explica.

O meteorologista ressalta que tanto as chuvas e o granizo foram influenciados também pela presença de um Vórtice Ciclônico de Altos Níveis, sistema de baixa pressão atmosférica e circulação horária a aproximadamente 12 km de altura, sobre o Nordeste do Brasil.

Meteorologista explica chuva de granizo no sertão cearense

Além dos registros em Parambu, houve também relatos de formação de granizo em Nova Olinda, cidade que também sofreu atuação do Sistema Convectivo de Mesoescala. Em ambos os municípios também houve chuvas de 18 e 12 milímetros, respectivamente.

A formação do granizo não está obrigatoriamente ligada à presença de chuvas intensas. Como se pode observar, em ambos os municípios com registros do gelo as precipitações foram fracas. Além disto, Fritz reforça ainda que a presença de granizo em nuvens cumulonimbus é comum, já que as temperaturas no topo delas chega a -60°C, porém, ao cair, acaba passando para o estado líquido com a variação da temperatura. Em regiões mais altas, como no caso da Serra dos Lopes, distrito de Parambu, a distância entre as nuvens é menor, tornando possível a percepção do fenômeno natural.

 

Compartilhar...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*


× quatro = 28

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>