CLARA enviou-lhe uma solicitação de amizade  – confirmar solicitação ? NÃO!

CLARA enviou-lhe uma solicitação de amizade – confirmar solicitação ? NÃO!

Abro a minha caixa de imeios. É manhãzinha ainda. Abro e me deparo com mais um pedido: “Clara enviou-lhe uma solicitação de amizade”. Claro que não me espantei. Sempre acontece quando a minha caixa de imeios é aberta. Mas quem é Clara? Vou ao Facebook, pois é nesse espaço que ela, essa ainda desconhecida, quer ser a minha amiga.

A curiosidade, confesso, nem é lá essas coisas. Mas, afinal, quem seria Clara? Uma amiga de tempos outros? Uma leitora amiga? Uma amiga com pai, mãe e irmãos? Posando ao lado de sobrinhos ou filhinhos queridos ou mesmo sozinha e bem acompanhada? Vou ao Facebook e, para a minha surpresa, Clara não é tão Clara assim!

Se acho tudo isso natural? Ora, quase tudo. Todos os dias tem gente querendo ser amiga da gente e a gente, essa como eu que não tem muito tempo para deixar amadurecer essa amizade, não dá a mínima para essa gente. Sentiram? Também senti. É gente demais!

O pedido é simples: “me adiciona”. Adicionar… Pelo que sei e ainda consta nos dicionários fora deste espaço internético, adicionar é o mesmo que complementar, reforçar, inserir, incorporar, incluir, misturar, apensar, agregar, unir, anexar, ajuntar, adir, somar, juntar, acrescentar, acrescer, aditar, aumentar.

 Misturar… ela, a dona do pedido, deseja misturar-se as coisas deste Malabarista de Palavras. Acrescentar…, mas, afinal, acrescentar o quê as coisas deste escriba? Entretanto, se vier para “somar”, por que não aceitar? Embora saiba que as vezes, considerando certas pessoas sem passado e/ou perspectiva de futuro, presente apenas, o melhor mesmo é subtrair.

 Mas, como dizia e deixei de lado o que estava dizendo para espalhar aqui sinônimos de ”adicionar”, para não ser grosso, como nunca fui, também não fui muito curto como desejava: eu adicionar quem não conheço ?! Dividir as mínimas informações sobre a minha vida? O que faço, fiz ou deixei de fazer? Ah, isso nunca! Nunca mesmo!

Ela, por sua vez, não me fala nada sobre os seus sonhos, de onde veio e para onde ir deseja um dia. Pessoa anônima! Ela é uma pessoa anônima! Tem um  nome fictício!  Ela não fala sobre sonhos, princípio, meio e fim. Ah, sobre esses ela nada me fala! Uma foto de frente para que eu possa olhar nos seus olhos e saber o que eles me dizem,  ela não tem. Para eu olhar (epa!) nos seus olhos e saber como suporta me ver tão feliz, ela não postou!

NÃO! Assim mesmo. Não desejo “misturar” as minhas  conquistas e poucos, pouquíssimos ou quase nenhum fracasso com quem não conheço! Não adianta! Não me peçam, por favor! Sendo assim, sem histórias que eu possa ler e com o dono ou dona delas misturar as minhas, não me peça para adicionar: NÃO ADICIONAREI!

 

Compartilhar...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*


4 − = dois

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>