Debate no SBT: aqui é a minha mãe, ali é tua…
A pressão foi alta. tanto que baixou a pressão da candidata..

Debate no SBT: aqui é a minha mãe, ali é tua…

o segundo dos quatros debates previstos para o segundo turno, Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB) subiram o tom na troca de acusações nesta quinta-feira 16. Além de terem trazido à tona temas presentes no encontro anterior como nepotismo, corrupção e crise na Petrobras, os candidatos à Presidência se provocaram entre perguntas e respostas.

A presidenta voltou a falar sobre nepotismo durante o governo de Aécio Neves em Minas Gerais e criticou o fato de o tucano ter empregado parentes em cargos públicos quando era governador (2003-2010) do segundo maior colégio eleitoral do País. “Eu nunca nomeei parentes para o meu governo. Gostaria de saber se o senhor nunca fez o mesmo”, pergunta Dilma. O presidenciável pelo PSDB disse que sua gestão ajudou algumas pessoas, mas não falou em nepotismo. “O meu governo beneficiou muito a minha irmã Andréa, figura extraordinária. Acham que eu sou o neto preferido de Tancredo, mas era ela. Ela assumiu o serviço de voluntariado do estado de Minas, me ajudou a coordenar a área de comunicação sem remuneração. A senhora não conhece Minas Gerais. Se conhecesse um pouco ia saber o respeito que Minas tem por ela”, disse o tucano ao lembrar da nomeação de Erenice Guerra, amiga de Dilma Rousseff, para a Casa Civil. “Não me meça com sua régua! Governei Minas Gerais com honradez. A senhora, infelizmente, tem permitido ao Brasil ver a mais baixa campanha de sua história democrática”.

Dilma retomou o tema sobre as verbas recebidas por rádios que apoiam o tucano no estado de Minas e foi acusada de mentir. “Candidata, a senhora está mentindo para o Brasil. Eu atendi a uma reivindicação histórica dos sindicatos das empresas de radiofusão do estado. Todas as rádios receberam verbas de inserção. Pare de ofender Minas Gerais, candidata!”, retrucou Aécio.

Ao replicar uma pergunta do peesedebista na qual ele citava dados de um relatório da Unicef e pedia para o debate focar no futuro e “elevar o nível!” depois de falar sobre corrupção na Petrobras – episódio no qual Aécio a acusou de “conivência ou incompetência” -, Dilma respondeu: “Antes de elevar o nível do debate, já que você abaixou, não é possível que o senhor se esconda no ato de que investigar não é também investigar o seu partido. Vocês nunca deixavam investigar”, afirmou antes de ressaltar que seu governo foi o único que fez uma política nacional voltada para os jovens.

Até mesmo a crise da água em São Paulo serviu de munição no debate desta quinta-feira 16. Ao ser criticada por causa da inflação e um cenário econômico desanimador, Dilma garantiu que a inflação está sob controle e condenou a tentativa de se criar um clima de pânico entre os brasileiros. “Vocês fizeram isso na Copa, dizendo que não tinha aeroportos. No caso da inflação é o mesmo. Nós temos tido dois choques de oferta. Um por conta da seca, essa mesma que está colocando São Paulo em uma situação insustentável”, lembrou. “Nós tivemos choque de preço da energia. O outro foi o choque de alimentos por conta da seca, tudo isso é passageiro. O que não é quando o senhor não investe e condena uma cidade do porte de São Paulo a ficar sem água. Isso é uma atribuição do governo do estado, então há responsáveis”, disse ao fazer uma menção discreta ao governo Geraldo Alckmin (PSDB) no estado de São Paulo.

 

Compartilhar...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*


cinco − 2 =

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>