E ali, com o seu turbante, ele fez a feira!

E ali, com o seu turbante, ele fez a feira!

Feira livre é sinônimo de liberdade no pensar e agir. Sobretudo no usar. São os mais diferentes personagens vestindo as mais diferentes fantasias. Tudo é válido! Mesmo o que não está “inserido no contexto”. Ninguém presta atenção a ninguém. Em síntese: todos ali não passam disso. Assim, ninguém para e presta atenção nos que passam ou chegam.  Com esse “turbantado” aconteceu ontem, domingo, na feira livre de Oitizeiro! Que figura! A liberdade ali é mais que uma calça velha azul e desbotada. São todas as cores! São todas as calças ou a ausência delas!

Compartilhar...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*


nove × 3 =

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>