E assim vou caminhando na contramão das horas…

E assim vou caminhando na contramão das horas…

Não sei se acontece também com vocês, pois comigo acontece. Não raras vezes me encontro indeciso entre o pensamento e a palavra escrita. Se penso, a palavra não consegue dizer o pensado;  se escrevo, as palavras não conseguem dizer o que acabei de pensar. Assim, para não escrever o que não penso e pensar sem que a palavra consiga dizer o esperado, acabo sem fazer uma nem outra: não penso nem escrevo. Fico naquele estado de quem acabou de chegar sem saber de onde e não sabendo, agora chegado, para onde vai. Hoje, sinceramente, ciente de que o espaço “Facebook” não me cabe nesse estado, o de graça, o engraçado, resolvi dar um tempo. E dei. E assim vou continuar.

Putabraço pra vocês.

Compartilhar...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*


− 3 = zero

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>