E VIVA EMÍLIO SANTIAGO! A NOSSA ÚLTIMA GRANDE E BELA VOZ!

Hoje mesmo que alguém me lembrou. Um poeta. Um bom poeta. Porém e ai porem, a maior das coincidências, foi no exato momento em que trocava ótimas opiniões a respeito dessa que foi a nossa última grade e bela voz.  O poeta do outro lado dizia que gostava de descansar, pós-almoço, ouvindo música. E, dessa vez, acrescentava: escutava Emilio Santiago. Sempre o escuto. Ou melhor:  escutamos. Dapenha, o meu bom irmão e amigo e eu, sempre escutamos os melhores. E, sem nenhuma dúvida, nos últimos anos esse foi o melhor de todos os nossos cantores. Cantor e intérprete. Tenho o costume de dizer que o cantor que não é um bom intérprete não é uma coisa nem outra. Emilio era os dois. Sei de uma história de Emílio que mostra a humildade e a certeza, mesmo nessa humildade, de que naquele momento já era o melhor cantor/intérprete deste pais hoje pobre dos dois. Isto é: de cantor e interprete.  Um dia eu conto. Pois bem. Em poucas palavras: escutem – ouvir é outro coisa – Emilio e fim de papo.

Compartilhar...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*


× 1 = nove

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>