Eduardo Bolsonaro diz ser ‘pessoa errada’ para responder sobre Coaf

Eduardo Bolsonaro diz ser ‘pessoa errada’ para responder sobre Coaf

 

“Eu lamento informar, mas a vida de um assessor do Flavio ou de algumas pessoas lá, assessores, eu não tenho como informar”, disse o deputado

 

 

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), um dos filhos do presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), afirmou nesta quarta-feira (12) que não tem como falar sobre a vida de assessores do irmão, o senador eleito Flavio Bolsonaro (PSL-RJ).

“Eu lamento informar, mas a vida de um assessor do Flavio ou de algumas pessoas lá, assessores, eu não tenho como informar. Eu sou a pessoa errada para esse tipo de pergunta”, afirmou ao deixar reunião da bancada do PSL no CCBB (Centro Cultural Banco do Brasil), em Brasília, onde funciona o gabinete de transição.

O deputado encerrou a entrevista logo depois de ter sido questionado sobre um relatório do Coaf (Conselho de Controle das Atividades Financeiras) que apontou movimentação atípica do policial militar Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio.

Na semana passada, ao ser questionado, ele disse não saber do assunto e não respondeu sobre o caso. Agora, argumentou ser deputado federal e passar maior parte do tempo entre Brasília e São Paulo.

O relatório foi produzido pelo Coaf como parte da Operação Furna da Onça, desdobramento da Lava Jato.Deflagrada há um mês, a operação prendeu sete deputados da Assembleia do Rio, além de expedir novos mandados de prisão a outros três que já estavam detidos. Eles são suspeitos de receber mesada para apoiar o ex-governador do Rio Sérgio Cabral, condenado por corrupção. Flávio Bolsonaro, que é atualmente deputado estadual no Rio, não estava entre os alvos da operação.

De acordo com o relatório do Coaf, Queiroz movimentou R$ 1,2 milhão entre janeiro de 2016 e janeiro de 2017.

O caso foi revelado pelo jornal O Estado de S. Paulo e a reportagem afirma que uma das transações de Queiroz citadas no relatório do Coaf é um cheque de R$ 24 mil destinado à futura primeira-dama, Michelle Bolsonaro. Com informações da Folhapress.

 

Compartilhar...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*


quatro × = 20

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>