ele esqueceu, mas estaremos sempre lembrando dele!

ele esqueceu, mas estaremos sempre lembrando dele!

lauro no rio facebookA série tem o que eles costumam chamar de “gancho”.  Não fui claro? Tentarei. A série termina sempre naquela parte que deixa o viciado nela – na série –  doido para saber como termina. Essa é a série.

O seriado não. Esse pode ser concluído em só episódio. Tudo muito rápido. Embora alguns seriados possam durar uma eternidade. Mas não é uma nem série nunca será.

Por que tudo isso? Ora bolas! Porque amanheci com a Rosa me contando – ela gosta e muito – sobre uma série a que assiste e que aborda o problema do Alzheimer.

 Ela contava e, assim meio distante, mas sempre dele próximo, lembrei que foi um desses – Alzheimer – que levou o meu bom irmão Lauro a trocar de roupa e ir morar mais cedo – sempre assim – em outra cidade.

Lauro tomava o café da manhã e –  logo em seguida –  esquecia o café que havia tomado. Tomei café? Perguntava a companheira. Tomou, ela respondia.  Não acreditava. Lembrava os velhos amigos de Jaguaribe, mas esquecia nome daquele que acabara de lhe visitar.alzheimer

Todo cuidado é pouco. O Alzheimer tem dessas coisas.  Faz o sujeito esquecer o passado e não lembrar o presente. Descansas em paz, meu bom irmão Lauro professor,  gente nunca vai te esquecer.

Compartilhar...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*


+ sete = 16

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>