ele vai tarde e fora de hora!

ele vai tarde e fora de hora!

ano2020 doislugar comum. o pior ano de nossas vidas. muito comum também. um ano para se esquecer. não acho. um ano para lembrar sempre e pedir a deus – quem nele acredita – para que nunca mais se repita. o ano termina.

nesse exato momento falo com os estados unidos. falo. não estranhem. mas a verdade é que de lá me chega a notícia dos efeitos da vacina corona. relutam. os americanos estão com medo. a vacina “americana” tem deixado os vacinados numa situação pior que os infectados.

são muitos e terríveis os efeitos colaterais. a televisão não mostra. eles não deixam.  por aqui é melhor que não saibamos o que lá fora ocorre. se tenho medo? sou aquele que vai passar um tempo do lado de fora para ver o que acontece por dentro. a gente assiste melhor ao jogo fora do campo. experiência própria. 

 o final do ano não apenas está sendo ruim. ele por inteiro foi péssimo. não quero nem acho necessário falar sobre os meus que se foram levados por esse mal que veio da china e nos abriu os olhos para a nossa fragilidade. um vírus. esse veio acabar com toda a nossa presunção.

somos os únicos animais que pensam. os únicos que usa pouco mais de dez por cento do cérebro. agora e mais que nunca sentimos o quão somos pequenos e frágeis. a terra é um grão de areia no universo.  ele vai passar. nada é eterno sob o céu. a lição há de ficar. ficará.

dois mil e vinte não foi um ano. foram vidas. se vamos esquecer? que ele nos esqueça. pois dele esquecer nunca havemos de. embora ele não mereça. vai passar. nenhuma dúvida.  e pela vontade desse deus em que acredito e muitos também estaremos aqui para contar.ano para esquecer

Compartilhar...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*


5 − = dois

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>