Ele vem aí!

Ele vem aí!

Tudo bem que estou andando um tanto afastado do nosso espaço. Muito não. Apenas o suficiente para que um dos meus dois leitores, esse mais ligado nas coisas desse escriba e malabarista de palavras, encher a minha caixa de mensagem com mensagens sua. São curtas, mas não grossas. Nem um deles é mal educado como aquele secretário que vive puto com ele mesmo e se alguém lhe dá um bom dia é capaz de perguntar “bom dia por quê?” O cara é incompetente. E burro. Depois eu conto sobre ele. Mas, dessa vez, quero apenas deixar por aqui uma certeza: o nosso “O que me restou do silêncio”, finalmente, está indo para onde há muito deveria ter ido: editora. Depois contarei “pingo a pingo”

Compartilhar...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*


+ 5 = onze

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>