Equipes acham cães até em armário e resgatam 113 de canil em SP

Equipes acham cães até em armário e resgatam 113 de canil em SP

Os animais -muitos deles filhotes- viviam em condições precárias de saúde e higiene no local

 

Araras, papagaios e 113 cães de diferentes raças foram resgatados nesta quarta-feira (28) de um imóvel em Cangaíba, zona leste de São Paulo. Cachorros foram encontrados em caixas, gaiolas e até dentro de armário.

Os animais -muitos deles filhotes- viviam em condições precárias de saúde e higiene no local, usado como criadouro clandestino, segundo a Secretaria do Meio Ambiente do Estado.

A operação ocorreu após denúncia envolvendo animais silvestres e mobilizou a Polícia Ambiental, o Departamento de Fauna e o Instituto Luisa Mell, que acolheu e encaminhou os cãezinhos para exames e tratamento.

“Estou fazendo resgate em outro canil dos infernos. Nunca vi nada igual () Deus me dê forças”, escreveu a ativista em rede social.

O instituto, agora, buscará na Justiça a posse definitiva dos animais. Os trâmites podem levar semanas, e só depois os bichinhos poderão ser colocados para adoção. Enquanto isso, passarão por avaliação médica, vacinação e castração.

A equipe de Luisa Mell informou que, horas após o resgate, já recebia grande volume de emails de interessados em adotar um desses cães de raça. Aproveitou para lembrar que o instituto tem cerca de 150 cães vira-latas prontos para adoção, “esperando a chance de serem amados”.

As aves apreendidas no imóvel devem ser encaminhavas a um santuário e, se possível, reintegradas à natureza.

O responsável pelo canil foi encaminhado para depoimento e será multado -o valor deverá ser correspondente ao número de animais apreendidos. Com informações da Folhapress.

 

Compartilhar...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*


6 − quatro =

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>