Geddel x Renan: o sujo defendendo o mal lavado

Geddel x Renan: o sujo defendendo o mal lavado

Não sei m como muitos ainda conseguem ler pelos jornais, pescar nas noticias espalhadas na Internet ou via televisão, a sujeira que rola por ai sem nem piscar os olhos para evitar que por eles ela entre. Esse Geddel Vieira, por exemplo, membro dessa “turma da sujeira” é mesmo um ator. Medíocre. Mas um ator.

Acabei de ler, os olhos protegidos por óculos escuros, embora use colírio “Optive”, que falando para os seus comparsas (Renan Calheiros  responde presente nessa hora) sobre a “falsa denúncia” que o ex-ministro da cultura Marcelo Calero fez contra a sua “honesta” forma de administrar a coisa pública, administrando-a como se fosse sua privada, Geddel  chorou. Chorou e foi consolado pela caterva que teme um dia também precisar chorar para continuar mamando. O pior, o mais pior, como diria aquele matuto de mentira Luiz vieira, ainda estava por vir e veio.

Renan Calheiros, sujeito que somente perde em honestidade para o ex-presidente Lula, esse que pela vez dele disse não existir um só homem no mundo mais honesto do que ele, nem o Renan acusado de peculato – mais um eufemismo para “roubando o dinheiro nosso” – , falsidade ideológica e uso de documento falso para justificar o dinheiro que recebeu – quase escrevi “roubou” – e com esse dinheiro roubado – quase escrevia “recebido” – enriqueceu, disse sobre o “Caso Geddel” que foi tudo mentira e isso não tinha nem tem nada de grave. Um fato superado.  Disse mais: tudo foi “apenas” uma questão de interpretação tão pífia que parecia advir de um desses moleques que participam do Enem e confundem habeas-corpus com corpus Christie.

Sacana esse Renan, hein? Sem dúvidas.  Um sacanão.

Compartilhar...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*


9 + = onze

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>