JOÃO DA FEIRA LIVRE

JOÃO DA FEIRA LIVRE

Sou fã de feira livre. Uma declaração velha deste malabarista de palavras. Agora, dessa vez, foi na livre feira do meu bairro Jaguaribe. E gosto mais ainda da feira livre quando me deparo com algum bom e velho amigo fazendo as mesmas coias que eu gosto de fazer numa feira livre: comprar e, não raras vezes, comer nessa feira.

 Dessa vez foi João da Feira. Esse é o nome que ele me deu: João da Feira. Só João da Feira? Ele foi direto: “Bota aí: pai de Luciana e sogro de Paulo”. Não entendi. Ele precisou trocar em miúdos: “Ora, 1berto, eles moram Brasileia e são leitores teus, assim como eu! Tem mais: que ninguém pense que eles, esses meus, pelo fato de morarem em Brasília, tem alguma coisa a ver com a bagunça que vem de lá”.

Tudo bem, João, te conhecendo como conheço, um sujeito arretado, eles não poderiam ser diferentes. Não são. Prometi que na próxima quarta feira, nessa mesma feira, lhe daria “O que me restou do silêncio…“. O meu. Tenho ainda uns trinta. Se prometi… Até quarta, João, na feira.

Compartilhar...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*


+ 5 = sete

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>