Lauro não mora mais aqui…

Lauro não mora mais aqui…

lauro humberto e paulo boa muito arianoNão sei por que vou mexer nessas coisas de lembranças. Fotos. Essas que marcam  a vida da  gente como tatuagem. Não vamos para nenhum lugar sem levá-las em nosso corpo. Mas tudo isso depois que a gente insiste em nessas lembranças mexer. Foi o meu caso.

Entrei nesse espaço internético procurando o que não perdi e acabei encontrando-me perdido numa dessas lembranças que o tempo ainda não apagou. Tudo ai registrado para nenhum olhar lançar dúvidas.

Tempos bons, hein?

Sei que a expressão poderá vir muito bem a calhar.  Mas não sou um saudosista. Não sou o tipo de ficar dizendo “eu era feliz e não sabia”. Confesso também que nunca vi fraseszinha tão idiota e ingênua. Ser feliz e não saber que o seu estado é de felicidade não vale a pena nem como lembrança.

No meu caso não tem essa de “era feliz”. Felicidade é  momento. Nada mais que isso. Sem polemizar. Sem atirar palavras que não voltam. Não tem eco.

Lauro dos Santos Almeida.

Pessoas como Lauro não passam sem deixar suas marcas. Sem mostrar o motivo de sua vinda para esta cidade que um dia todos nós teremos que deixar. Lauro veio e respondeu presente sem que o seu nome fosse preciso ser chamado. Aprendeu e ensinou, e ensinou para aprender.

Passados poucos meses de sua troca de roupa e mudança para outra cidade, a sua presença continua mais viva do que nunca. Se dói? Nem um pouco.  Ele não poderia nem tinha como continuar por aqui. Venceu o contrato. Teve que devolver a casa do corpo que ocupava. Deixá-lo por aqui como uma casca velha de uma árvore que deu muitos e belos frutos.

Saudades? Não. Lembranças. Muitas. Apenas.

Compartilhar...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*


× 7 = quarenta nove

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>