Mãe processa hospital por agulha achada na coluna 14 anos após parto

Mãe processa hospital por agulha achada na coluna 14 anos após parto

Amy Bright tem 41 anos e corre risco de perder mobilidade

Quatorze anos após dar à luz, uma norte-americana descobriu o motivo porque sentia fortes dores nas costas. Uma agulha de 3 cm foi deixada nas costas da paciente, identificada durante a cesariana a qual foi submetida. Amy Bright, de 41 anos, relatou que começou a sentir dois meses após o parto de Jacob.

“Fiquei lívida, chateada e assustada quando descobri”, explicou Amy ao jornal britânico Metro, ao abrir processo contra o hospital, localizado em Jacksonville, na Flórida. A norte-americana, que corre o risco de ficar deficiente física com a retirada da agulha será a 15ª paciente a mover uma ação judicial contra o local desde 2005.

“Cada vez que me mexo, ando, baixo ou durmo a agulha mexe-se dentro da minha coluna. Durante 14 anos, formo cicatrizes na coluna por causa disso”, disse.

Advogado de Amy, Sean Cronin disse em entrevista, nesta quarta-feira (28), que a agulha teria partido durante a aplicação da epidural, causando danos extensivos e deixando-a com uso limitado da perna e pé esquerdos. “Não sei o que o futuro me reserva, mas estou ansiosa e assustada”, finalizou.

 

Compartilhar...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*


9 × um =

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>