MAIS UM PONTO POSITIVO PARA ELE: O TESTE DEU NEGATIVO!

MAIS UM PONTO POSITIVO PARA ELE: O TESTE DEU NEGATIVO!

Aqui quarentenando. Falei outro dia, e falo agora. A quarentena não me tem feito mal. Embora bem tão bem assim também não, mal, porém, um Mal em letra maiúscula, isso não está não.  Só o fato de que estou aproveitando muito bem para colocar as coisas que são minhas em dia, prova de que todo Mal, sem esse S, traz sempre um bem.

Paro de escrever e ler e assistir a bons filmes, para me entusiasmar com a ótima notícia que acabo de receber. Se disse ótima é porque essa me fez um bem, e bem melhor ainda me fez nessa quinta-feira somente tédio. Não estranhem. As vezes ele também me ataca.  Morrer de tédio, porém, nunca. Nem me afogar em vodca.

A boa notícia? O meu bom amigo acabou de receber o resultado do tão esperado teste para saber se essa praga do Covid em seus pulmões se alojou. Negativo!  Foi o primeiro. A desconfiança, porém, persiste. Talvez pelo fato desse vírus ser também “solerte”, como denunciou a pensadora Dilma Rousseff, ainda possa estar escondido em parte outra do corpo do meu amigo.

Aqui, porém, entre o sair e o entrar na minha ilha cercada de livros, filmes e discos por todos os lados, espero que não. Torço para que isso não ocorra. Uma torcida que não tem nada ou quase nada a ver com aquela insossa entre o Liverpool e o meu flamengo, esse hoje não tão Flamengo assim. Uma torcida fraternal.

Sei de sua situação e o quanto é difícil reverter a sua – dele – em curto prazo. Mas ele é um lutador. Um guerreiro. Tipo aquele que resistiu até a queda da última cidadela de Canudos. Sentiram? Isso mesmo! Deixei de lado minha releitura de Os sertões do Euclides da Cunha, no exato momento em que recebi a ótima notícia do teste negativo do amigo.

- “ Canudos não se rendeu. Exemplo único em toda a história, resistiu até ao esgotamento completo. Expugnado palmo a palmo, […] caiu no dia 5, ao entardecer, quando caíram os seus últimos defensores, que todos morreram. Eram quatro apenas: um velho, dois homens feitos e uma criança, na frente dos quais rugiam raivosamente cinco mil soldados”.

Uma beleza, não? ” Um livro que todos deveriam ler, para melhor conhecer a nossa história! Canudos não se rendeu! O meu amigo é um desses. O Corona vai passar. Não somente esperamos, temos a certeza. Não fizemos tanto para tombar agora a poucos anos da linha de chegada. Aos setenta anos ele ainda tem muito para caminhar, muitas partidas de tênis de mesa para disputar, muitos sets decisivos. Parei tudo. A notícia mereceu a minha parada. Agora espero que esse mal pare de uma vez por todas, deixem-nos em paz com a nossa guerra do dia a dia. Essa nos basta.

Maravilhosa notícia! Negativo! De positivo somente a nossa crença de que galo algum e em nenhum lugar do mundo, mesmo se não cantar, não impedirá o nascer de uma nova manhã!

Compartilhar...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

Um comentário

  1. GRAÇAS À DEUS! E fiquemos vigilante em oração pra todos nós.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*


× sete = 28

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>