“Maradona” nem mais, para tango

“Maradona” nem mais, para tango

Presidente do Cobreloa disse que argentino não tinha perfil do clube

Finalista da Libertadores em 1981, contra o Flamengo, o Cobreloa é velho conhecido dos sul-americanos. O clube chileno amarga uma fase ruim na atualidade, disputando a segunda divisão de seu país. Mas nem assim ele cederam para a volta de uma fama repentina.

O presidente Walter Aguilera afirmou ao diário La Quarta que negou o nome de ninguém menos que Diego Maradona para ser técnico do clube. O campeão mundial pela Argentina em 1986 já treinou sua seleção nacional e hoje está no Oriente Médio:

“Um ex-jogador do Cobreloa nos apresentou o nome de Diego Maradona como possível futuro treinador. Nos enviou o currículo avisando das intenções do argentino. Mas eu disse claramente que não estamos interessados. Nem quisemos discutir detalhes como salário e outros temas”.

Há dois anos na segunda divisão do Chile, o presidente do Cobreloa afirmou que os holofotes voltados para o clube não iriam “adiantar nada”:

“Não é nosso perfil técnico. Só isso. Estamos conscientes do apelo midiático que a chegada de Maradona poderia ser para o time. Mas de que vai nos adiantar. Vamos encher o estádio nos três primeiros jogos e, depois, mais nada. Não acho que seria bom.

Compartilhar...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*


oito − = 7

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>