Não fosse a tortura ele merecia estar na rua ?!

Indagorinha, como tira-gosto do café da manhã, assisti/vi entre as primeiras notícias do dia  essa que todo mundo, pelo menos o mundo daqui, deve ter assistido: um traficante batendo com um pedaço de madeira numa mulher sem quaisquer reações da parte dela.

Segundo a apresentadora,  a tortura estaria acontecendo pelo fato de a mulher ter feito um comentário sobre o “trabalho” desse “homem de bem” que não lhe agradou. Isto é, não agradou ao traficante trabalhador. As cenas são realmente detestáveis.  Assim como abominável também  é todo ato de tortura

Nada contra os números do Ibope que as nossas emissoras televisivas tem como meta. Ora, para que elas consigam  alcançar os índices desejados,   o sonho de todo empresário do ramo, o dono das vozes de usa emissora, tudo vale a pena. O tamanho da alma é o que menos importa. E os meios também.

Mas o que me chamou também a atenção, além das cenas de violência que ninguém merece assistir nas primeiras – nem nas últimas – horas do dia, foi o ato de a apresentadora dizer que o traficante, o sacana, o ex-croto, pelo que estava fazendo  deveria estar preso.

Ora, quer dizer que pelo fato do ex-croto e sacana e tudo mais que vocês sabem e aqui escrevi  não deveria estar preso?! Que o sacripanta “só merecia” ser preso   pela violência praticada contra aquela pobre mulher mostrada em nosso café da manhã? Não entendi. Juro que não entendi.

Um sujeito que faz isso não pode continuar na rua, disse ela.  Deveria estar preso, acrescentou. Tudo bem. Mas se ele apenas matasse, traficasse, roubasse, assaltasse e  cometesse outros atos típicos da “profissão” não merecia a prisão?

Meu Deus! Um jornalismo praticado assim é o que faz este escriba preferir estar sempre com os olhos abertos num livro, a tudo assistir por essa janela colorida e aberta para o mundo. O café da manhã me fez mal.  Pausa. Eu disse o café? Errei.  O café não, a apresentadora.

Compartilhar...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

5 comentários

  1. É o que o povão gosta de ver humberto, ibope no brasil é na base da desgraça dos outros, do funk, musicas com letras fáceis e repetitivas sem existir a necessidade do ouvinte interpretar a letra, com uma bunda no meio.
    Isso sim da ibope.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*


1 + nove =

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>