NIETZSCHE DE KEMPIS

NIETZSCHE DE KEMPIS

(Um texto de J.M.Victor)

Desde o início do ano, leio diariamente o livrinho “A Imitação de Cristo” do venerável Tomás de KEMPIS, escrito em 1441,  que está guardado na Biblioteca Real de Bruxelas. Gosto desse livrinho que herdei um exemplar de minha avó,  que foi presenteado a ela no longínquo ano santo de 1951, pela mãe do inolvidável Monsenhor Manuel Vieira ,   celebrante do meu casamento aqui na capital da Parahyba.

O título acima é uma provocação para Nietzsche tremer na cova, uma vez que ele considera “A Imitação de Cristo”  , “um dos livros que não posso tomar nas mãos sem experimentar algo como uma repugnância fisiológica”.

Gosto da Irreverência do autor do “Crepúsculo dos Ídolos”. E me divirto a noite anotando os aforismos do livro.

Dormir com Nietzsche na cabeceira é bastante divertido. Pena que estou acabando de ler o livro que pode ser chamado, também, de “A Filosofia a Golpes de Martelo”.

Compartilhar...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*


oito − 4 =

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>