no ritmo de um poema de sérgio de castro pinto…

no ritmo de um poema de sérgio de castro pinto…

Fazer poema deve ser a coia mais fácil do mundo.  Pensam assim.  Muitos. Nem preciso aqui espalhar um ou dois exemplos.Agora com as datas vênias de vocês, ser poeta é outra coisa.  Acreditem.  Alguns continuam pensando que  ser poeta e fazer belos poemas deve ser mesmo muito fácil. Nada de transpiração. Tudo inspiração. Inspirou-se e… tá feito poema!

O João Cabral de Melo Neto  que desculpe esses pobres coitados que pensam que são poetas e capazes de “cometer” belos poemas. Sentou e pensou na musa inspiradora, pronto: o poema vem prontinho como um prato de comida que se pede para matar a fome (poetica não!),  e ele chega rápido como os dias de segunda-feira.

 A verdade que é lendo/sentindo os poemas de Sérgio de Castro Pinto o sujeito acha que ser poeta é a coisa mais fácil do mundo. E é!  Agora ser um poeta como Sergio de Castro Pinto é outra coisa. Verdade. Por que não pensei nisso? Diz o candidato a poeta. Tão simples. Tão fácil. Rimou aqui e ali, pronto de novo: o  poema tá pra ninguém botar defeito.

  Mas  quem foi que disse que Sérgio de Castro Pinto precisa de rima para fazer um excelente “poema rimado”? O ritmo! Sentiram? Vou repetir: o ritmo! Nesse o poeta toca todos os instrumentos da bateria poética! Leio-o e, mesmo sem querer, sinto que o corpo balança.

Em síntese: ser poeta até que é fácil, mas ser um poeta como Sergio de castro pinto, ai não, o buraco e a poesia estão mais em cima!

Em tempo: somente agora tenho em mãos e diante dos olhos ” o poeta do insólito tecido das coisas cotidianas”.  Correio das Artes. Corroborando  o que este “malabarista de palavras” vem há muito espalhando neste singular espaço plural: um grande poeta também se faz com e de coisas pequenas, cotidianas.

Compartilhar...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*


× seis = 18

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>