O “Anjo” seria o PC de Bolsonaro ?

O “Anjo” seria o PC de Bolsonaro ?

O  EU PLURAL (assim como mutos) transforma em seu editorial um texto que não leva assinatura, mas que me foi passado em um grupo de redes e que considero que retrata bem o momento em que o Brasil vive no cenário político. O texto relata as ligações do advogado Frederick Wassef com a família Bolsonaro. Ou seja, Wassef tem tudo pra ser o PC Farias de Bolsonaro. Segue o texto:

Wassef, advogado chamado “anjo” que escondia o Queiroz, tem pelo menos nove procurações para advogar em em nome do clã Bolsonaro. São três de Bolsonaro, três de Flávio e outras três do Carluxo. Wassef tem casas em São Paulo, Brasília, Angra dos Reis e na Flórida, nos Estados Unidos.

Ele foi responsável pelo pedido de suspender todas as investigações feitas com base no compartilhamento de dados bancários. Medida acatada por Dias Toffoli para proteger Flávio Bolsonaro.

Wassef era marido da empresária Maria Cristina Boner. No início dos anos 90, Boner apareceu em uma foto com o bilionário Bill Gates para anunciar que representaria a Microsoft.Boner disputa com seu outro ex-marido, Antonio Bruno Di Giovanni Basso, ex-vice-presidente de contas de mercado governamental da Microsoft, um patrimônio avaliado em mais de R$ 300 milhões. Wassef é advogado também do ex-marido de Boner.

Boner é ré por corrupção. Ela foi flagrada em um vídeo de 2006 no qual negocia propinas em troca de contratos com o governo do Distrito Federal (DF), à época comandado por José Roberto Arruda.
Boner, a ex-mulher do advogado “Anjo” de Bolsonaro, foi alvo da Operação Caixa de Pandora, da Polícia Federal. Investigação ficou conhecida como “mensalão do DEM”.Boner recebeu 168 acusações por corrupção passiva e 21 por lavagem de dinheiro.

E veja só: o advogado “Anjo” de Bolsonaro continua sendo advogado de Boner sua ex-mulher. Boner também aparece na Lava Jato. Uma de suas empresas, a B2BR, efetuou pagamentos às empresas de Paulo Roberto Costa, o ex-diretor de Abastecimento da Petrobras. Boner também integrou o consórcio Agiliza Rio, que ganhou R$ 32,4 milhões entre 2009 e 2013.

Agora a cereja do Bolo: Foi Wassef quem apresentou Fábio Wajngarten, atual secretário da SECOM, a Bolsonaro. O pai de Fábio, o cardiologista Maurício Wajngarten, e o empresário Henri Armand Szlezynger foram membros do Conselho Deliberativo do Hospital Israelita Albert Einstein.
Szlezynger é pai de Leo Edward Szlezynger, sócio de quem? Wassef, o advogado “anjo” de Bolsonaro.

Wassef é próximo da cúpula do Einstein e foi um dos motivos que levaram Bolsonaro a ser transferido ao hospital depois da “facada” e também Fabrício Queiroz por ter “câncer”.

Voltando a Boner. Wassef é advogado dela junto com Paulo Henrique dos Santos Lucon. Lucon foi nomeado por Temer como conselheiro da Comissão de Ética Pública da Presidência (CEP) e virou presidente do órgão no governo Bolsonaro.

Por fim… Boner, a ex- mulher do “Anjo”, que recebeu 168 acusações por corrupção passiva e 21 por lavagem de dinheiro, fechou contrato com o Banco Central.

*Ela vai cuidar da criptografia do sistema de pagamento instantâneo do Banco Central.

É de chorar!

Compartilhar...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*


− três = 4

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>