O ex-secretário cara de pau

O ex-secretário cara de pau

Aquele ex-secretário que nasceu gritando como um pato louco na lagoa e vive calado como se sem voz tivesse nascido, acabou de passar por mim. O cara é a cara do cavalo de Átila dos tempos modernos.  Péssimo. Ruim ele seria se ficasse apenas nesse cavalo que por onde passava nem grama nascia. Sorriu. Achei que não fosse para mim. Nenhuma atenção  lhe dei. O sorriso dele bateu em meus olhos como uma ofensa. Deixou tudo escuro. Às escuras. Um dia ele me falou que ninguém teria mais competência para assumir a chefia do seu gabinete que a sua velha e inocente mãe. Só uma coisa, acrescentou, mas não seria por isso, isto é, chefiar o seu gabinete, que ela deixaria de lhe passar a metade da gratificação. Um ex-croto esse ex-secretário. Um cara de pau.  Um pulha. Um sacripanta.

Vade retro!

Compartilhar...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*


+ 3 = dez

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>