O Ponto Cem Réis e eu

O Ponto Cem Réis e eu

Por Anco Márcio – em 05/08/2009 às 00h00

Eu sou capaz de descrever de olhos fechados o Ponto de Cem Réis de minha adolescência. De um lado o imponente Paraíba Hotel, que já teve em baixo a sorveteria Canadá onde tomei cerveja.Em cima teve o Bar Hawai,fechado, escuro, com um piano ao canto.A loja da Varig com Amorim vendendo passagem ficava ao lado.

Em frente ao Paraíba Hotel os ônibus marrons de Venâncio que faziam a linha do Comércio, no chão os trilhos dos bondes que faziam a mesma linha. Numa esquina a Casa Cruz que vendia calçados, e no outro a Farmácia Almeida.Numa outra esquina a Farmácia de Seu Regis,e mais pra frente a Padaria Paraibana.

Ao lado o Cine Plaza, em frente do cinema, a Farmácia Americana de Seu Roberto. Numa das esquinas,depois foi o Unibanco onde a minha adorável Inês,uma linda recepcionista me atendia.Bem perto,vizinho tinha o Bar de Aluízio, onde a gente tomava cerveja.Do outro lado o Edifício da Saelpa.Em baixo,várias lanchonetes,onde comi macarronada por dois cruzeiros e sopa com um ovo frito dentro(eu achava o máximo) por apenas um,(ou seria dois mil?)

Do outro lado o Edifício do Ipase, que tinha em baixo o Banco Industrial de Campina Grande. Descendo um pouquinho tinha o Bar Querubim onde se tomava caldo de cana com pão doce.O povo gostava e chegava a formar filas…Se entrasse para a esquerda na Duque de Caxias,tinha a Loja Seta para Homens e quase em frente a Galeria Cinco de Agosto.Entrando pra direita,tinha o Bar de Leodécio e a Casa dos Frios.

Embaixo do Paraíba Hotel, já teve uma barbearia onde cortei meus cabelos depois das noitadas. Era muito bom o Ponto de Cem Réis, até que resolveram aleijá-lo construindo um monstrengo que ia do nada para lugar nenhum,Depois disso eu nunca mais frequentei o lugar.Tinham acabado o Ponto de Cem Réis que eu tanto gostava.

Agora a Prefeitura num ato de grandeza tapou a buraqueira que chamavam “viaduto” e vai devolver o local para o povo. Bem no centro,um busto de meu amigo Livardo Alves,figura sempre presente ao local.Agora eu vou,juro que vou, dar novamente uma volta no Ponto de Cem Réis que conheci…Eu já ia esquecendo o Café Alvear,onde tomei cafezinho com meu pai…Bons tempos!

Compartilhar...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*


7 − três =

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>