o povo pergunta “sem” maldade: onde está a honestidade ?

o povo pergunta “sem” maldade: onde está a honestidade ?

Acho que essa é lá dos distantes anos de 1933. Distante ano? Tudo bem: distante ano. Noel Rosa. Um craque na ironia. Cronista de mão e cabeça cheias. Bem que eu poderia traçar algumas mal-traçadas a respeito da “honestidade” dos políticos ladrões que são mais honestos do que nós – estou nesse meio – concursados. Mas achei por bem me valer  do craque Noel. “Onde está a honestidade?” Não sei se o Lula sabe. Acho que não. Nem ele nem a sua caterva. Mas, afinal, o que fazer? Chamar a polícia, como pediu um  dia o bom Fernando Teixeira, ou o ladrão, como fizera o Julinho da Adelaide?! Não fiz uma coisa nem outra: chamei o Noel!

 

“Você tem palacete reluzente
Tem jóias e criados à vontade
Sem ter nenhuma herança nem parente
Só anda de automóvel na cidade

E o povo já pergunta com maldade:
Onde está a honestidade?
Onde está a honestidade?

O seu dinheiro nasce de repente
E embora não se saiba se é verdade
Você acha nas ruas diariamente
Anéis, dinheiro e até felicidade” – Noel Rosa

Compartilhar...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*


+ 2 = dez

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>