Postagens

INEZITA NÃO FOI APENAS UM LAMPIÃO DE GÁS: TINHA LUZ PRÓPRIA!

inezita-barroso (1)

Ela foi rainha da música caipira. Agora trocou de roupa e se mudou para outra cidade. As homenagens parecem que não acabar mais. Todos “sabem” quem foi Inezita Barroso. Todos “conhecem” a obra e a história de Inezita Barroso, que para muitos se resume na valsinha “Lampião de gás”: – “Lampião de gás/Lampião de gás /Quanta saudade você me traz…” Uma valsinha ... Leia Mais »

SAI DA FRENTE QUE LÁ VEM O GENOÍNO LEVE, SOLTO E… LIVRE!

ze genoino

Soube e vocês também estão sabendo. O Zé Genoíno, aquele famoso “guerrilheiro” do Mensalão, está de novo na rua! Agora é um homem livre para fazer o mal que desejar! Se nos tempos da Ditadura o medo era “generalizado”, agora nada de general, mas de guerrilheiro de mentira, um medo “guerrilheirizado”! Ou coisa que o valha! Por que de mentira? Ora, o ... Leia Mais »

ABUNDA DANÇARINA NA ALA AMARELA DOS SALÕES DA VIDA!

enfermeira_trauma_demitida_campinagrande_paraiba

A moça que não dançou na boquinha da garrafa dentro da Ala Amarela de um hospital público foi demitida. A moça não poderia rebolar do jeito que rebolou.  Rebolar para viver, tudo bem,  ela já rebolava. Mas ali é proibido. Disseram  que aquele lugar não é ambiente de descontração. Passei uns dias com um filho hospitalizado.  Hospital particular. Tudo regiamente ... Leia Mais »

FAULKNER: O CONDE SEM CONTA ? CONTO DEPOIS!

faulkner-690x533

  Uma confissão: ando lendo/relendo “O Som e A Fúria” de William Faulkner. Nada demais. Apenas, porque nos meus tempos de menino-jaguaribe, por mais que tentasse não conseguia passar do primeiro capítulo. Um dia me falaram que talvez a dificuldade estivesse no estilo literário de Faulkner. O “fluxo da consciência”. Esse que somente mais tarde, através de um amigo e ... Leia Mais »

MONÓLOGO DE MOLLY BLOOM

Molly

“o sol brilha para você ele me disse no dia em que estávamos deitados entre os rododendros no cabo de Howth com seu terno de tweed cinza e seu chapéu de palha no dia em que eu o levei a se declarar sim primeiro eu lhe dei um pedacinho de doce de amêndoa que tinha em minha boca e era ... Leia Mais »

Pingos

nada melhor que ouvir o silêncio…

PEQUENO ESCLARECIMENTO Os poetas não são azuis n ...

CANSADO PRA… CAVALO ?!

“Após o cansaço da busca aprendi o encontr ...

CANSADO PRA CACHORRO… CANSADO!

“Eu quero uma licença de dormir, perdão pr ...