Postagens

CHEIO E MEIO DESSE VAZIO!

Teixeira: o craque da bolinha por sobre a rede

# –  Nada mais inútil que essa discussão entre o gol de Pelé número mil no Maracanã e os novecentos e noventa nove em nosso Estádio Olímpico. O gol é aquele do genial Pelé cantado em versos e prosas pelo  insuportável Edson Arantes do Nascimento.  Eu estava por lá. No Maracanã não, no Estádio Olímpico. Por lá, num choro sem ... Leia Mais »

NÃO DEU PRA SEGURAR… TIVEMOS DE SER DESTRUÍDOS…

atmosfera-600x375

No princípio, era quase nada: sabia-se as horas e alguns números de telefone, um samba de Ary Barroso e quando terminariam as aulas. Quase nada. Mas a pressão interna aumentou na medida em que fomos mártires do cotidiano. E, em breve, havia mais temas nas conversas noturnas. Soubemos quem era o responsável pela desgraça do país. E quem se aventurava ... Leia Mais »

A síndrome de Telma

negra pintura

Há um bom tempo que conheci a negra Telma. Nesse tempo, se a memória não me falha, tinha uns vinte a vinte e cinco anos. Ela, a negra Telma, estava lá com os seus belos e bem distribuídos dezoito anos de vida e esperança. Telma nunca foi de falar muito. Era uma sábia? Mais que isso: Telma sabia que sabia ... Leia Mais »