PALVARAS, PALAVRAS, PALAVRAS ? NADA DISSO! BASTA UMA: PALAVRA!

PALVARAS, PALAVRAS, PALAVRAS ? NADA DISSO! BASTA UMA: PALAVRA!

Sempre deixo aqui o meu recado. A respeito do “bicho-homem”. Não vacilo. Nunca!  Esse foi o único projeto de Deus que não deu certo. E querem saber de uma coisa? Nunca dará!  E Deus há de me perdoar por essa descrença. Mas, sendo esse bicho-homem, não raras vezes me descubro mais imperfeito ainda.

Sou o tipo que perde uma boiada para não ficar parecido com um boi ou um burro. Sabe aquela história do camelo e da agulha? Um passa no buraco de outro ou uma agulha entra no buraco não sei de quem? Pois é. Eu troco tudo para dizer que sou capaz de não me engasgar com um camelo e me engasgar com uma agulha!

Acontece com todos. Eu acho. Você engole toda uma casa e se engasga com o botão. Mesmo sendo essa casa de tijolo e o botão de uma camisa. Às vezes o sujeito nem percebe que lhe fugiu uma palavra que  pôs toda a frase a perder. Nesse momento me lembro da frase bíblica. Qual  ? Aquela:  O mal é que sai da boca do homem! Pausa. Mas  o bem também sai.

Vocês não imaginam como é bom ouvir uma palavra de carinho ou um grito de amor naquele exato momento que dela precisamos. A boca, no caso, é uma faca de duas línguas. Errei? Tudo bem. De duas palavras: uma entrando e outra saindo.

Sou esse projeto que não deu certo e acho que tudo dá errado quando a palavra que ele não queria escutar fugiu pelo canto do pensamento de quem lhe queria dar uma boa notícia.  Desculpem a minha falha?! Desculpar o quê se falha não houve?

A palavra tem poder. Acho que era isso que eu ouvia da minha saudosa mãe Chiquinha. A palavra não raras vezes é mais forte que o pensamento. Esse permanece silencioso. A palavra não. Ela ecoa e derruba as melhores intenções.

Não temo a palavra. Mas o seu significado. E quando se entende o que ela significa, nesse momento o medo de medo se esconde. Se os escritos ficam e as palavras voam, vão embora, antes porém elas  deixam o mal que fez para um dia ser escrito!

Compartilhar...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*


+ um = 5

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>